11º Caminho Novo Off Road termina com vitória de duplas inéditas e expectativa para a próxima edição

* Reportagem: Priscila Oliveira. Foto de Capa: Dudu Mazzei. Fotos Rumo Certo: Hugo Keyler

Os competidores de Juiz de Fora e região foram o grande destaque na premiação do 11º Caminho Novo Off Road, que aconteceu no último final de semana, com pernoite em Tocantins, na Zona da Mata mineira. Na categoria Graduado, a mais competitiva do tradicional rally de regularidade para veículos 4×4 e 4×2, a equipe AMZ Racing ocupou o topo do pódio após uma parceria inédita entre o piloto juiz-forano Pedro Agrelle e o navegador paranaense Jhonatan Ardigo, de Apucarana.

caminho novo 2014 - ardigo e agrelle

Jhonatan Ardigo e Pedro Agrelle: campeões da categoria Graduado

“Foram duas etapas difíceis, o piso estava muito molhado, choveu os dois dias. Foi um misto de prova mais tranquila com trechos mais complicados. Terreno muito liso, escorregando muito, mas o equipamento que a gente escolheu para essa prova foi o certo e deu para andar bem o tempo todo”, avaliou Agrelle. Para ele, a nova vitória foi uma espécie de “redenção” após o capotamento que impediu seu tricampeonato no Ibitipoca Off Road ao lado do conterrâneo Matheus Mazzei.

Em contrapartida, a “faca nos dentes” entre os principais competidores da disputa permaneceu afiada. “Lideramos nos dois dias, mas nossos concorrentes colocaram muita pressão na gente, sábado à noite e domingo de manhã – igual aconteceu em Ibitipoca, que perdemos no finalzinho… Mas eu falei: não, agora a gente acerta tudo direitinho”, complementou Agrelle, feliz com o resultado.

Ardigo ficou tão empolgado quanto com a conquista, porém, não levou em consideração aquela velha máxima de “entrosamento” para alcançar o objetivo principal, que era o primeiro lugar. “Na verdade, na hora, tudo pode acontecer. A gente tentou fazer o melhor de cada um e conseguiu ir bem. A prova estava bastante técnica, mas já estamos acostumados e achamos um jeito bom de andar. Deu certo”.

caminho novo 2014 - calixto e manso

Bruno Calixto e Paulo Manso: campeões pela Turismo

Turistas, que nada. Campeões em casa

Na Turismo, categoria considerada uma espécie de intermediária entre os rallyzeiros mais experientes e aqueles que ainda estão ingressando no universo “fora de estrada”, quem levou a melhor foram os representantes locais Bruno Calixto e Paulo Manso. O piloto, que veio à terra natal direto de Macaé (RJ), onde vive atualmente, destacou que a dupla começou há dois anos, quando ainda atuava apenas como navegador. A ele também coube a tarefa de iniciar Manso na navegação.

“A prova foi muito bem levantada, muito técnica e a chuva deixou ainda mais gostosa de andar. O balaio do fim do primeiro dia foi especial, pois foi muito difícil e praticamente ganhamos a etapa lá. Entramos para disputar o título, mas foi uma surpresa boa vencer. Estamos muito satisfeitos com a vitória numa prova tão tradicional como o Caminho Novo”, revelou Calixto.

De volta às origens, e com troféu

Entre os participantes da categoria Turismo Light, Marcos Leal e Danilo Dutra, naturais de Paraíba do Sul (RJ), mas moradores de Juiz de Fora, retomaram uma velha parceria, com direito a campeonato. “Nossa dupla existe desde a adolescência. A gente tocava em banda, cresceu praticamente junto e, no rally, fizemos o Universitário Fiat, há quatro anos. Começamos a correr lá, mas a coisa foi tomando corpo. O Marcos começou a correr o Carioca (Off Road), eu fiquei um ano parado por causa de pós-graduação e agora estou voltando – voltando com troféu, que é muito bom”, comemorou o navegador.

caminho novo 2014 - dutra e leal

Danilo Dutra e Marcos Leal: campeões da Turismo Light

Em termos de prova, Dutra foi enfático. “A gente teve um probleminha com a planilha na primeira etapa do segundo dia, mas foi um problema que todo mundo também teve, de interpretação. Mas, deu tudo certo, a prova foi muito boa”. Já para o piloto, a principal alegria foi estrear no desafio com chave de ouro. “Foi tudo muito legal, muito bom e diferente. Nunca tinha corrido o Caminho Novo e fui para curtir o evento. Estou realizado com esse resultado. O Danilo, para mim, está mais do que aprovado como navegador e pode ganhar tudo. Ele pode correr com qualquer um, que vai ganhar, porque navegou muito nos dois dias”.

Prontos para a próxima

Segundo Weidner Moreira, que respondeu pela organização junto com Leonardo Vieira, o evento aconteceu da melhor forma possível, fazendo com que os competidores de outras cidades até sinalizassem presença no próximo. “Esse 11º Caminho Novo foi difícil, pela chuva. Tivemos muito trabalho para fazer e refazer planilha, depois de fazer alguns cortes… Mas, no geral, a prova acabou ficando mais ‘curtinha’, os pilotos e navegadores adoraram, a festa na praça de Tocantins foi excelente, com muita risada, e agora é respirar fundo para pensar em 2015, no 12º. Não podemos parar de jeito nenhum, porque essa edição foi no final do ano, mas o próximo, muito provavelmente, vai ser feito no início”, finalizou.

Confira a classificação geral por categoria:

Graduado

1º. Pedro Agrelle / Jhonatan Ardigo

2º. Pedro Paulo de Oliveira / Allan Enz

3º. Magno Aragão / Paulo Renato

4º. Jean Paulo Kamil / Leonardo Martins

5º. Anderson Silveira Soares / Vander Hirt

6º. Angelo Marciano Lopes / Geovane Marciano Lopes

7º. Braulio Ferreira / Breno Rezende

8º. Pedro Braz / Lobsang Max

Turismo

1º. Bruno Calixto / Paulo Manso

2º. Roberto Bontempo / Ricardo Freitas Santos

3º. Marcus Vinicius Castelan / Roberta Jorge Castelan

4º. Bruno Pereira / Ricardo Barbosa

Turismo Light

1º. Marcos Leal / Danilo Dutra

2º. Bruno Barbosa / Pedro Neto

3º. Li Almada / Vinicius Teixeira

4º. Rafael Cagnin Silva / Rafhael Muniz Borges

5º. Rafael Fernandes Peracci / Rodrigo Prata de Oliveira

6º. Luiz Carlos Ferreira Gomes / Wilson Carlos Werneck

7º. Cláudio Rafael Lemos / Any Karoline Lemos

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *