4ª CORRIDA E CAMINHADA DA UFJF: Vitoriosos novamente, Eberth Silva (tricampeão) e Amanda Oliveira encaram novos desafios ainda esta semana

I Corrida e Caminhada dos Trabalhadores e Suas Famílias e 18º Rústica Correndo das Drogas são próximos destinos

4ª Corrida e Caminhada da UFJF aconteceu no último domingo, 27, reunindo 1815 participantes pelos 7km de percurso entre o campus universitário e o bairro São Pedro, e reafirmando a força dos atletas Eberth Silva (Vidativa / Fripai / PopKids / Fullife) e Amanda Oliveira (Real Mercês / Viva Sport Club) no 28º Ranking de Corridas de Rua de Juiz de Fora. Enquanto o pachequense fez dos 21:55.3 o tempo suficiente para se consagrar tricampeão geral da prova, a mercesana chegou ao topo do pódio feminino pela marca de 28:12.9. Mesmo com a segunda vitória consecutiva no calendário deste ano, os dois comemoraram os resultados já prevendo as próximas disputas, que ocorrem ainda esta semana.

Eberth e Amanda durante premiação (Foto: Hugo Keyler)

Eberth e Amanda durante premiação (Foto: Hugo Keyler)

Para Eberth, o desafio são os 5,3km da I Corrida e Caminhada dos Trabalhadores e Suas Famílias, em Vitória (ES), no feriado de 1º de maio, quinta feira. “Agora é continuar o treinamento e fazer um pouco de velocidade para chegar bem lá também”, revelou logo após a conquista na UFJF. “Graças a Deus consegui meu tricampeonato, foi uma prova boa, rápida e para buscar tempos. Estou vindo muito bem nos treinamentos para este ano, impondo um bom ritmo e alcançando vitórias. É sempre bom ver nossa equipe se destacando e temos que continuar o trabalho para conseguir ótimos resultados durante o ano”, completou, se referindo ao colega Jocemar Corrêa (Vidativa / Duduxo), que ficou em segundo lugar, com 22:23.6.

Por outro lado, Amanda segue para Santos Dumont neste domingo, 03, onde ocorrem os 6,2km da 18ª Rústica Correndo das Drogas. “Vou correr lá, mas pretendo voltar a Juiz de Fora no dia 10″. Focada no Ranking, a campeã se alegrou com a evolução pessoal sobre a prova de abertura e confessou um grande sonho. “Não cheguei tão cansada dessa vez. A corrida da UFJF foi passando de forte, mas boa. Já tinha corrido aqui uma vez, mas fora da classificação, e gostei muito de participar de novo. Acho muito bom a Real Mercês e a Viva Sport Club estarem tão bem este ano. Agora, pretendo continuar evoluindo e ser uma grande atleta”.

No geral masculino, Edson do Nascimento (Saúde Performance / 23:07.5), Edevaldo da Silva (Chacarense / 23:19.2) e Antônio José Gonçalves (Saúde Performance / 23:28.0) também foram premiados; já as corredoras Zirlene Santos (Saúde Performance / 28:47.1), Débora Santos (Clube Bom Pastor I / 29:13.7), Andriléia do Carmo (Gemacon Tech / 29:24.4) e Maria de Fátima Archetti (Gemacon Tech / 30:06.7) completaram o pódio feminino.

Gabrielly (primeira) e Marcelly (terceira) com colegas nas cadeiras de rodas (Foto: Priscila Oliveira)

Gabrielly (primeira) e Marcelly (terceira) com colegas nas cadeiras de rodas (Foto: Priscila Oliveira)

Sentindo na pele

Além de oferecer suporte à corrida e caminhada, várias faculdades e alunos se envolveram nas atividades realizadas na Praça Cívica, fazendo massagem, aferindo pressão arterial e oferecendo testes de glicemia e de urina ao público. A banda da Polícia Militar também participou do evento, alegrando a largada da prova, mas um dos destaques de toda a programação foi o estande da Coordenação de Acessibilidade Educacional, Física e Informacional da UFJF, que disponibilizou quatro cadeiras de rodas para que crianças e adultos conhecessem de perto as dificuldades enfrentadas por quem possui deficiência física.

A gerente excecutiva da CAEFI, Rita Brito, explicou a iniciativa. “Todos os alunos da Coordenação, bolsistas e alunos da disciplina Atividade Física Adaptada, da Faculdade de Educação Física, querem gerar a reflexão sobre a deficiência, as diferenças e a acessibilidade”.

As irmãs Gabrielly e Marcelly Vasconcelos Coelho, de 10 e 11 anos, entenderam o recado. “A experiência é boa, porque vimos como os deficientes se sentem sem conseguir andar como nós”, analisou a mais nova. A outra complementou: “Achei legal, a gente vê o que os cadeirantes passam. Eles precisam de muita força para movimentar a cadeira”.

Corredores e caminhantes bateram recorde de participação na prova (Foto: Priscila Oliveira)

Corredores e caminhantes bateram recorde de participação na prova (Foto: Priscila Oliveira)

Satisfação total e foco na próxima

Idealizador da Corrida e Caminhada da UFJF, em parceria com o empresário Eduardo Santos, o reitor Henrique Duque considerou a edição deste ano um sucesso. “A segunda foi melhor do que a primeira, a terceira foi melhor do que a segunda e a quarta teve uma imensidão de pessoas. Isso é motivo de muita alegria, porque demonstra exatamente o papel da Universidade: abrir as portas para a população. Aqui é um espaço público, um lugar de todos nós. A comunidade está atenta a esse chamamento e tem participado efusivamente, com muito entusiasmo”.

O chefe do Departamento de Iniciação, Formação e Regimento Esportivo da Secretaria de Esporte e Lazer, Flávio Vilella, completou a avaliação. “Batemos recorde de inscrições e esperamos que continue assim nas próximas corridas. Nosso objetivo não é apenas o rendimento dos atletas, mas o envolvimento com a comunidade e os cidadãos. Queremos que todo mundo pratique esporte, melhorando a saúde como um todo”.

A terceira prova do 28º Ranking de Corridas de Rua de Juiz de Fora está marcada para o dia 10 de maio, às 19h15, com a realização da I Corrida Speed Off Sound, de 10km, também no campus da UFJF. Clique AQUI para se inscrever.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *