Adaptação do corpo para correr em trilhas

Lauri Harris, Teton Pass, Wyoming

Imagem: Reprodução / MWR Naval Air Station

Leio mutos artigos e vejo em blogs e revistas eletrônicas essa dúvida, que surge com frequência aos corredores. Praticantes de corrida de rua (asfalto) querendo começar a correr em trilhas. Não é apenas o visual que muda quando você passa a apostar no ‘trail run’. Os treinos e vestimentas também precisam ser diferentes (adaptados), para que a mudança seja facilitada. Não irei entrar na questão de quanto é prazeroso participar das corridas de montanha e vislumbrar suas belas paisagens (vide artigo anterior).

A adaptação deve começar por trocar o asfalto liso por vias com paralelepípedos e trilhas com barro, grama, areia e cascalho. Se o corredor não abre mão dos treinos no asfalto, pelo menos deve acrescentar um dia na semana para treinos em trilhas. Depois de se acostumar com isso, é preciso partir para subidas e descidas que, em princípio, podem ser feitas no próprio asfalto. Subir escada também é uma boa pedida. O sobe e desce, aliás, é um dos pontos-chaves no ‘trail run’.

O ‘trail’ é corrida em sua essência, mas o piso é diferente e a técnica também muda um pouco. Há diferenças no esforço dispensado, além do ritmo ser mais lento do que o imprimido em provas de rua, por causa das várias subidas e dos trechos mais técnicos, onde pode haver pedras, buracos, lama, mata fechada e areia, o que exige cautela. Assim, caminhar é normal nesse tipo de prova, e essencial para economizar esforço e poupar a musculatura.

trail run lama - rep clube de montanhismo arrabida

Imagem: Reprodução / Clube de Montanhismo da Arrabida

É interessante, ainda, sentir como é correr com os pés molhados, porque, às vezes, é preciso correr dentro de riachos, à beira do mar e no meio do barro, o que deixa os pés mais pesados e requer melhor preparo físico. Assim, é importante correr com calçados específicos para corrida de montanha.

Procure sempre um profissional de Educação Física qualificado, para que ele possa adequar os treinos e melhor orientá-lo nessa transição e preparação, visando o início das corridas ‘trail’. Também mantenha sempre seus exames médicos em dia, pois a tendência é que o esforço nos treinos e nas corridas aumente, e isso exige muito do condicionamento físico.

Vamos nos divertir, e bora praticar saúde!

Prof. Pedro Paulo Duarte Souza
Especialista em Treinamento Esportivo pela UFMG
CREF 008002-G/MG, Tel:  (32) 9982-9309
personal.pedro.paulo@gmail.com
* Referências: Site APTR e revista eletrônica SportLife

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *