Alongamento: Quando praticá-lo, antes dos treinos, depois ou sempre?

alongamento maior frente

Podemos considerar que existem três qualidades físicas: força, resistência e flexibilidade. O alongamento é absolutamente necessário para desenvolver a flexibilidade e evitar lesões, contudo, não tem resultados imediatos e é desnecessário após os treinos. É uma necessidade, dependendo do tipo de treino e da qualidade física a ser treinada.  Apesar de ser um consenso quanto à sua necessidade, ainda existem muitas dúvidas em relação a quando alongar. O hábito ainda prevalente é alongar antes e depois da atividade física.

Para tentar discutir e esclarecer essas dúvidas, encontramos na literatura científica vários estudos relacionados ao tema. A grande maioria dos trabalhos científicos e simpósios realizados nos levam às seguintes constatações:

* O alongamento deve ser sempre parte integrante de um programa de exercícios e, portanto, precisa ser realizado sistematicamente,  no mínimo três vezes por semana. A orientação de um profissional é fundamental, pelo menos até que uma rotina adequada seja estabelecida. O importante é regularidade, para que exista efetiva contribuição para a melhora de flexibilidade. Uma boa flexibilidade melhora o rendimento físico, além de, comprovadamente, prevenir lesões;

* O alogamento pode ser feito antes da realização dos exercícios – lembrando que o benefício é crônico e não agudo, ou seja, a flexibilidade melhora gradativamente, proporcionando uma prevenção quanto à incidência de lesões. Não existe nenhuma evidência científica de que o alongamento feito imediatamente antes do exercício previne lesões por um efeito imediato;

alongamento mulher

* Fazer alongamento após realizar exercícios físicos não proporciona nenhuma contribuição para melhorar a flexibilidade. Após os exercícios, os músculos apresentam um quadro de microtraumas que contraindica seu alongamento. O alongar pós-exercício só se justifica como uma técnica de relaxamento e, se for realizado,  deve ser feito de forma muito leve, para evitar um comprometimento da estrutura dos músculos;

Com a prática regular de alongamentos, os músculos passam a suportar melhor as tensões diárias, prevenindo o desenvolvimento de lesões musculares. O alongamento é um tipo de exercício que pode ser feito todos os dias. Qualquer um pode fazer, independente da idade ou da flexibilidade que o corpo tenha. Ele também pode ser feito a qualquer hora e não são necessários equipamentos especiais nem algum tipo de treinamento. Mas é preciso tomar alguns cuidados, pois, quando mal feito, pode trazer mais danos físicos (lesões), ao invés de benefícios. Procure sempre um profissional qualificado para te orientar a respeito de qual ou quais alongamentos devem ser feitos, forma de execução e tempo de execução.

Vamos nos cuidar, e bora praticar saúde!

Prof. Pedro Paulo Duarte Souza
Especialista em Treinamento Esportivo pela UFMG
CREF 008002-G/MG, Tel:  (32) 9982-9309
personal.pedro.paulo@gmail.com
* Imagens: reprodução web

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *