Amanda Oliveira e Luiz Mauricio Dias alcançam novos índices para o Troféu Brasil

*Reportagem: Priscila Oliveira

A primeira edição do Festival Aberto de Atletismo FMA/UFJF, realizado numa parceria entre a Federação Mineira de Atletismo e a Universidade Federal de Juiz de Fora, sábado passado, 08, na pista da Faculdade de Educação Física e Desportos, foi de muitos desafios para cerca de 150 atletas profissionais e amadores, que se dividiram em quatro categorias principais (Sub-16, Sub-18, Sub-20 e Adulta), além da infantil. Dois dos principais destaques da competição já estão acostumados aos treinos no local e são federados pelo Centro Regional de Iniciação ao Atletismo (CRIA/UFJF): Amanda Oliveira e Luiz Mauricio Dias.

Para a mercesana (Fac. Granbery/ Real Mercês/ Sicoob/ NutriMais), de 22 anos, a marca de 17min51s nos 5.000m rasos feminino Adulto, rendeu seu terceiro índice para o disputado Troféu Brasil, previsto para maio. “Como é início de ano, não estou tão veloz assim. Venho treinando pouco na pista, porque o foco agora é o Pan-Americano de Cross (Saiba mais!) – e o treino é diferente, mais na terra. Mas, foi bom. A pista da UFJF é muito boa, teve bastante gente. Gostei muito da competição e agora falta eu buscar o índice dos 10km. Vou seguir o foco nos treinos para o Troféu Brasil. Meu objetivo é melhorar as marcas dos anos anteriores e continuar treinando, porque isso é o que mais importa. Treinamento é a base de tudo”, ponderou. Na ocasião, Amanda recebeu da FMA o Mérito Esportivo de Recordista Mineira Sub-23 de 2019.

Prodígios nas provas de pista e lançamento de dardo, eles fizeram bonito no Festival Aberto FMA/UFJF e já estão garantidos novamente na principal competição do atletismo nacional (Fotos: arquivo pessoal)

Já o juiz-forano Luiz Maurício, 20, cravou 73.45m no lançamento de dardo Sub-20 e também voltou a garantir vaga no Troféu, tido como principal torneio de atletismo do calendário nacional. “Sábado foi a primeira competição do ano, que dá início à temporada 2020. Competir em casa é bem mais fácil, por já estar acostumado com a pista. Seria sempre mais emocionante competir aqui em Juiz de Fora. Meu resultado foi muito legal, pois agora subi para a categoria Sub-23 e a preparação está focada no Troféu Brasil, uma competição adulta”.

Segundo o treinador Jorge Perrout, coordenador do CRIA UFJF e um dos responsáveis pelo Festival, o saldo do evento foi bastante positivo. “Como era um torneio aberto, houve a participação de vários atletas recreacionais (que nunca tinham corrida em pista), na prova de 5.000m. Foi uma competição oficial da Federação Mineira de Atletismo, inclusive, com a presença de seu presidente. Estamos pensando em fazer outra edição, mas ainda não definimos a data”, destacou.

CLIQUE AQUI para acessar os resultados do 1º Festival de Atletismo FMA/UFJF.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *