“Aprendi muito no Mundial e coloquei em prática”, revela a tricampeã brasileira de taekwondo Danielly Vitória

* Priscila Oliveira

A trajetória promissora da taekwondista juiz-forana Danielly Vitória segue a todo vapor, sempre ganhando novos capítulos. Com 14 anos, dona de dois títulos brasileiros pela categoria Cadete e após vivenciar a segunda experiência em mundias (ano passado no Egito e em abril último na Tunísia), a lutadora garantiu nada mais, nada menos do que o tricampeonato nacional na modalidade. A marca foi alcançada no último sábado, 9, quando venceu os combates juvenis do Campeonato Brasileiro de Menores, em Cuiabá (MT).

dani vitória 4 - riseup midia

Treinada por Alan Oliveira, atleta mantém foco e determinação para alcançar resultados ainda maiores (Foto: Rise Up Midia)

“Fiz três lutas e fui tricampeã, graças a Deus. Essa foi minha primeira competição depois do Mundial, que me trouxe uma visão muito diferente. Aprendi bastante e minha cabeça ficou aberta a várias coisas, as quais coloquei em prática nesse Brasileiro”, revelou.

Apesar de não ter seguido em frente na competição internacional, a atleta faz questão de destacar o apoio incondicional da família, patrocinadores e apoiadores em toda essa jornada. “Não senti pressão de ninguém; pelo contrário, eles sempre falam que, independente do resultado, estarão comigo. Da minha parte, tenho um sonho e quero muito realizar. Infelizmente, perdi na Tunísia, mas o que aprendi lá foi incrível! É uma experiência única e onde estão os melhores do mundo”.

dani vitória 3 - div

Juiz-forana de 14 anos lidera ranking nacional Juvenil (Foto: Divulgação)

Aperfeiçoamento

Líder nacional no ranking da categoria, Danielly não abriu mão de manter a vantagem sobre as concorrentes por faixa etária. Para isso, procurou aperfeiçoar suas técnicas em busca de mais um pódio. “Assim que retornei do Mundial, estive focada para ganhar a próxima competição, que seria o Brasileiro. Treinei bastante e busquei consertar ao máximo os erros que tive, além de aprender muito no camping da Seleção. Graças a Deus, tive esse resultado maravilhoso”, ressaltou.

Como de costume, Vitória não escondeu a gratidão que sente por mais uma etapa concluída. “Agradeço ao meu treinador, Alan Oliveira (A.S.A.S Taekwondo), porque foi com ele que aprendi tudo e ele foi o verdadeiro ‘culpado’ desse novo resultado. Muitos falam que chegar lá é difícil e se manter, mais difícil ainda. Eu cheguei lá, me mantive e sou tricampeã. Agora a gente não tem descanso. Os trabalhos continuam”, encerra orgulhosa.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *