ARTIGO: As lesões mais comuns durante a corrida

lesões na corrida - web

Segundo constatações de ortopedistas e fisioterapeutas, é muito comum atletas apresentarem algum tipo de lesão por praticarem corrida sem estar em condições ideais para a atividade. Fatores como obesidade, excesso de treinamento, vestimenta errada, pistas irregulares, ruas esburacadas e método de treinamento inadequado influenciam no aparecimento das lesões. Neste artigo, vamos citar as mais frequentes e suas causas.

Fascite plantar: inflamação da fáscia plantar (tecido fibroso que liga o calcanhar aos dedos). Causas: pisar forte com o calcanhar, correr em superfícies duras e tênis inadequado.

Canelite: inflamação dos tendões e músculos ao redor da tíbia ou do tecido que a recobre. Causas: correr em solo irregular, aumentar a distância do percurso desordenadamente e pisar com o pé voltado para dentro (pronação) durante a corrida.

Metatarsalgia: inflamação dos tendões que ligam o músculo à estrutura óssea, na área superior do pé. Causas: tênis inadequado, pronação excessiva e treinamento excessivo.

Condromalacia: corrosão da rótula e sua cartilagem inferior. Causas: pronação excessiva do joelho, causando acomodação imprópria da rótula, músculo quadríceps fraco ou com lesão.

Fraturas por estresse: microfaturas nas extremidades inferiores do perônio e tíbia (ossos da perna), metatarsos e fêmur. Causas: treinamento excessivo, percursos longos e rigidez nos tendões.

lesões na corrida pé - web
Tendinite de Aquiles: inflamação no tendão que liga o músculo da panturrilha ao pé, atrás do calcanhar. Causas: treinamento intensivo, percursos longos, tênis impróprio, pernas arqueadas e rigidez muscular.

 Instabilidade ligamentar do joelho: lesões dos ligamentos adjacentes do joelho. Causas: pisar errado em terreno irregular, distensões e deformidades nos pés.

 Joanete: protuberância óssea na parte externa do dedão do pé, indicando inflamação local. Causas: herança genética, pronação excessiva e sapatos apertados.

Entorses de tornozelo: ruptura total ou parcial dos ligamentos ou hiper extensão dos ligamentos externos. Causas: solo irregular, tênis inadequado e mal calçado, e desequilíbrio muscular.
Podemos tomar algumas atitudes preventivas para evitar essas lesões, como usar tênis adequado e compatível ao esporte, usar roupas leves, fazer uma alimentação balanceada, passar por uma avaliação física e ortopédica, correr em locais onde o terreno esteja liso e sem obstáculos, treinar de acordo com sua atual capacidade física, fortalecer a musculatura caso ocorra desequilíbrio muscular, fazer um aquecimento prévio com alongamentos antes e depois de treinar. Com essas dicas, você já pode começar a treinar e evitar as lesões.
Vamos nos prevenir, e bora praticar saúde!
Prof. Esp. Pedro Paulo Duarte Souza
Especialista em treinamento esportivo pela UFMG
CREF 008002-G/MG
Tel: (32) 9982-9309
*Imagens: reprodução web

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *