Importância do aquecimento para a prática de esportes e exercícios físicos

aquecimento pré treino - web

A prática de aquecer antes de fazer uma atividade física é um hábito consagrado e consensual tanto para os especialistas quanto para os praticantes de exercícios. A percepção dos seus benefícios pode ser considerada até intuitiva, porém, é importante entender um pouco melhor como o aquecimento funciona para valorizarmos ainda mais sua importância.

Quando iniciamos uma atividade a partir do estado de repouso, nosso corpo vai fazer uma transição para um estado de maior atividade metabólica, que demanda uma série de ajustes em vários órgãos e sistemas. O objetivo maior dessa transição é proporcionar ao efetor do movimento, ou seja, o músculo, condições para produzir mais energia e adequar essa energia produzida à exigência do exercício.

Os músculos produzem energia a partir de processos chamados aeróbicos e anaeróbicos. O processo anaeróbico de produção de energia pode ser acionado instantaneamente e vai, predominantemente, atender à demanda energética nos primeiros segundos da transição do repouso para o exercício. A partir de então, pouco a pouco, a produção de energia vai sendo atendida a partir do metabolismo aeróbico, até que se instale a chamada “fase estável do exercício”, na qual a produção de energia aeróbica equilibra a demanda.

O início de uma atividade cria, então, o chamado “débito de oxigênio”, que decorre da produção de energia anaeróbica dos primeiros minutos da fase de transição. Um dos objetivos do aquecimento é antecipar a elevação do metabolismo aeróbico e diminuir esse débito de oxigênio. Essa atitude diminui o desconforto do início do exercício, que decorre do acúmulo de ácido láctico associado à produção de energia anaeróbica.

O aquecimento proporciona o aumento do fluxo de sangue para os músculos, adequando mais rapidamente a exigência para elevar a produção de energia aeróbica. Aumenta a temperatura do corpo, contemplando a melhor atividade das enzimas e, consequentemente, com os músculos aquecidos, diminui também a probabilidade de ter lesões.

No que se refere à elevação da temperatura corporal, está comprovado cientificamente que a hemoglobina (responsável pelo transporte de oxigênio aos tecidos), em temperaturas elevadas no organismo, perde a afinidade com o oxigênio, o que facilita a liberação desse gás para os músculos em atividade e melhora o desempenho do praticante.

treino arremesso de saque - web

A subdivisão do aquecimento, em geral e específico, também é um fator importante a ser conhecido. O aquecimento geral é aquele que prepara o organismo para todas as atividades (uma caminhada ou um trote, por exemplo); e o específico  se refere à preparação do corpo nos movimentos que o atleta realizará apenas na atividade física que praticará (exemplo: exercícios educativos na Corrida de Rua, saques no Voleibol, arremessos no Basquetebol, passes no Futebol etc.).

Vale lembrar que o aquecimento não deve ser confundido com o alongamento. Esse último pode fazer parte do aquecimento com o objetivo de ativar as fibras musculares para a atividade física, mas nunca deve ser feito de forma isolada e ser considerado um exercício de aquecimento.

O tempo total do aquecimento, em média, tem 10 minutos de duração, mas deve ocorrer de acordo com a temperatura do ambiente no qual será realizado o treinamento. Com isso, os atletas devem se aquecer por mais tempo (até 20 minutos) em dias frios e, no calor, ele pode ser reduzido para 5 minutos.

É certo que muitos praticantes de atividade física querem que o desempenho deles melhore. Um grande passo para a evolução dos treinos é a realização do aquecimento antes dos treinos, que deixará o organismo preparado para enfrentar o “desafio” que será enfrentado na parte principal. Não seria uma boa ideia separar uns 10 minutos para o corpo se preparar para o exercício?

Vamos nos cuidar, e bora praticar saúde!

Prof. Pedro Paulo Duarte Souza
Especialista em Treinamento Esportivo pela UFMG
CREF 008002-G/MG, Tel:  (32) 9982-9309
personal.pedro.paulo@gmail.com
* Imagens: reprodução web

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *