ARTIGO: Isotônicos e termogênicos: riscos e benefícios

Você já sentiu insegurança na hora de beber alguns isotônicos, por seu consumo estar aliado a pedras nos rins? Ou já ouviu falar de termogênicos, que são grandes aliados na perda de peso, mas possuem malefícios? Energéticos podem trazer riscos à nossa saúde? Confira alguns mitos, riscos e até benefícios do consumo desses produtos, que costumam causar confusão e medo nos consumidores.
Os energéticos não possuem risco claro, desde que seu consumo seja moderado. Uma latinha possui cerca de 80mg de cafeína em sua composição, o equivalente a dois copos de café expresso – ela pode acelerar os batimentos cardíacos, estimular a liberação de alguns neurotransmissores, como a adrenalina, e até tornar o corpo mais resistente à fadiga. Logo, o energético não traz nenhum risco imediato, desde que consumido sem exageros.
Os termogênicos, no entanto, são produtos que exigem cuidados. Sua composição acelera o metabolismo, auxiliando na perda de peso. No entanto, alguns possuem efedrina em sua composição, substância que pode causar dependência, arritmias cardíacas, desidratação, aumento de pressão arterial e até insônia. Então, é importante o acompanhamento de um profissional e supervisão médica para o consumo de termogênicos, sempre mantendo cuidado.
Os isotônicos são bebidas com sais minerais, ideais para reposição de sódio, potássio e magnésio, expelidos pelo organismo durante a transpiração após atividades físicas Muitas pessoas acreditam que seu consumo excessivo pode causar cálculo renal, o que é um mito. As pedras nos rins são causadas por cálcio em excesso, que não está presente nessas bebidas.
Com as informações corretas e acompanhamento devido, todos os apaixonados por running consomem os produtos desejados sem risco à saúde.
Pedro Paulo Duarte
profissional de educação física
CREF: 008002-G/MG
*Imagens: reprodução web
Um comentrio
  1. Maio 7, 2014 | Responder

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *