Atletas da região disputam Corrida de São Sebastião, no Rio

* Reportagem: Priscila Oliveira

Realizada em comemoração ao dia do padroeiro do Rio de Janeiro e considerada a prova mais tradicional do calendário carioca, a Corrida de São Sebastião chega a uma nova edição neste sábado, 20, com representantes da Zona da Mata mineira na elite dos 10km.

1516378657374036

Destaques no Ranking de JF, Jocemar Corrêa e Amanda Oliveira apostam em bons resultados (Fotos: Hugo Keyler)

JF e Mercês

Tetracampeão do Ranking e acostumado ao trajeto pelo Aterro do Flamengo, o juiz-forano Jocemar Corrêa (Visão de Água/ Apuã Vertical) comemora a chance de estar no principal pelotão do evento novamente. “Essa é a sexta vez que corro a São Sebastião. Este ano estou com a expectativa de fazer um bom tempo (entrar na casa dos 30min) e, quem sabe, até tentar pegar pódio. Fiz Senador Cortes para ver como poderia me sair no Rio, fui vice lá e treinei bem esta semana, apesar de ainda estar no período a base. Se Deus quiser, vou vir mais forte nas provas em 2018”.

Bicampeã das rústicas de Juiz de Fora e campeã brasileira nas provas de 10.000m e 5.ooom pela categoria Sub-23, a mercesana Amanda Oliveira (Fac. Granbery/Ed. Física/ Real Mercês/ Sicoob/ NutriMais) segue para a disputa confiante. “Ganhei a São Sebastião de Senador Cortes domingo passado, mas meu foco mesmo era essa corrida agora. É uma prova muito forte, com quenianas, premiação muito boa e organização excelente. Ano passado fiquei em 8º geral. Se Deus quiser, vou ficar entre as cinco primeiras dessa vez. Apesar dos meus treinamentos para esta temporada estarem apenas começando, estou muito focada e quero me destacar lá”, comenta.

jessica ladeira - arq pess

Ubaense Jéssica Ladeira aponta alto nível do circuito e participação de quenianas (Foto: arquivo pessoal)

Ubá

Acostumada com as altas temperaturas da Cidade Maravilhosa, onde se dedica aos treinos de atletismo já há alguns anos, a ubaense Jéssica Ladeira (File&Márcia Narloch) vai com cautela. “Essa corrida é uma caixinha de surpresas; muito quente, onde muitos largam e não conseguem completar, por conta do clima. Todo ano é uma disputa muito forte e, dessa vez, teremos três africanas na competição – elas ficaram entre as cinco primeiras da São Silvestre; ou seja, será uma prova de altíssimo nível”.

Ela segue para sua terceira participação no percurso e já garantiu uma oitava colocação. “Vamos em busca de um excelente resultado. Se vier pódio será ótimo; se não vier, continuaremos treinando. O ano está apenas começando”, finaliza.

* Além do trajeto principal, a Corrida de São Sebastião conta com as modalidades 5km e Kids.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *