Atletas da região disputam maratonas de Milão e Santiago

* Priscila Oliveira ; Foto de capa: Maratona de Santiago (Divulgação / La Tercera)

Enquanto, no Brasil, o final de semana é movimentado por grandes desafios para os esportistas da região – a exemplo da Golden Four Rio, XTerra Paraty e Campeonato Fluminense de Corridas de Montanha em Petrópolis, todos no estado do Rio de Janeiro -, a milhares de quilômetros daqui, pelo menos três corredores estão prestes a viver momentos mais do que especiais em duas das maratonas mais consagradas do mundo: Milão (Itália) e Santiago (Chile). As provas acontecem neste domingo, 12.

gilberto lopes cbat - fernanda Paradizo  CBAt

Gilberto Lopes no Brasileiro Cross Country (Foto: Fernanda Paradizo / Divulgação CBAt)

Referência no atletismo nacional e internacional

Natural de São Miguel do Anta, destaque no Ranking de Juiz de Fora pela equipe Super Amigos anos atrás, bicampeão Brasileiro de Cross Country, campeão Sulamericano em 2012, atual vice-campeão Panamericano e 4º colocado na Maratona de São Paulo em 2014, Gilberto Lopes (Pé de Vento / Caixa) está confiante para os 42km italianos, principalmente depois de quase um mês se preparando para as diferenças de altitude em Cochabamba, na Bolívia. “Sei que a prova não é fácil, mas estou pronto para realizar meu melhor resultado. As expectativas são as melhores possíveis, pois me preparei mental e arduamente para este momento”, antecipa.

Atleta desde os 17 anos e agora com 25, ele acumula títulos nacionais e internacionais, mas viveu um dos momentos mais marcantes de sua carreira no último mês de fevereiro, em Barranquilla, na Colômbia. “O Panamericano foi uma prova muito importante para mim, porque vinha de uma série de lesões e consegui me sobressair. Fui o único brasileiro entre os três primeiros colocados e fiquei muito feliz, pois havia treinado muito. Agora, espero dar continuidade aos treinos, melhorar cada vez mais e conquistar grandes resultados, tanto este ano quanto nos próximos”.

Clique AQUI para saber mais sobre a Maratona de Milão.

maratona de santiago sidnei e silvia - pessoal sidnei barbosa

Silvia e Sidnei: da São Silvestre para a Maratona de Santiago (Foto: arquivo pessoal / Sidnei Barbosa)

Conterrâneos preparados

Já na capital chilena, Sidnei Barbosa (Vida e Saúde/ Neuro& Fisio) e amiga Silvia Fonseca Lima (destaque nas corridas de Juiz de Fora por faixa etária) também estão prontos para marcar presença – ele no percurso longo e ela, nos 10km do evento, que também conta com uma meia maratona. O saldo pré-prova do corredor é de cinco corridas internacionais, sendo duas maratonas. “Estou voltando de uma lesão na patela direita (joelho), porém consegui fazer um bom período de base em janeiro e fevereiro. Espero um tempo na casa das 3h50min, caso não sinta a lesão”, conta.

Focado em disputar as maratonas de São Paulo e do Rio de Janeiro em maio e julho, respectivamente, o maratonista já sabe o que esperar daqueles que são considerados os melhores 42km da América Latina. “O perfil altimétrico da prova é razoável: até o Km 30, o percurso é em leve subida, exceto em alguns pequenos trechos, mas não se percebe essa elevação na maior parte do tempo. No final tem uma leve descida de 12km até a linha de chegada. A cidade é bem arborizada, ajudando a suave brisa a manter o conforto térmico, mesmo com o passar do tempo e a consequente elevação da temperatura. O trajeto passa ao longo de parques e pelo rio que corta a cidade”.

Confira tudo sobre a Maratona de Santiago.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *