Atletas da região são destaque na Copa Brasil de Cross Country

* Reportagem: Priscila Oliveira ; Fotos de capa: Wagner Carmo/CBAt e Divulgação/CRIA UFJF

Começando a temporada de competições com chave de ouro, os mineiros abriram o ano de 2018 com o pé direito na Copa Brasil de Cross Country, realizada neste domingo, 04, e disputada num circuito de 2km, na cidade de Bragança Paulista, interior de São Paulo.

gilberto lopes e eberth silva copa brasil cross country - div cria

Gilberto Lopes, de São Miguel do Anta, chegou ao quinto título nos 10km e foi premiado ao lado do pachequense Eberth Silva, em terceiro

Pentacampeão

Natural de São Miguel do Anta, Gilberto Lopes (Pé de Vento/ Petrópolis) fez jus ao favoritismo e garantiu sua quinta vitória na disputa principal, dos 10km Adulto. “Foi muito gratificante alcançar o título de pentacampeão. Venho fazendo uma boa preparação para o ano de 2018 e, com essa vitória, me sinto mais motivado para os próximos desafios”, comemorou o atleta, que cravou o tempo de 31min22s e acrescentou a vitória à galeria de títulos em 2012, 2015, 2016 e 2017.

Com a conquista, ele carimbou vaga, mais uma vez, pela Seleção Brasileira no Campeonato Pan-Americano da modalidade, marcado para o próximo dia 17, em El Salvador. Dono de duas medalhas de prata na competição, o objetivo de Gilberto agora é superar a si mesmo. “Fiquei em segundo lugar na Colômbia, em 2015, e na Venezuela, em 2016. . O foco agora é obter um bom resultado no Pan-Americano. Espero que, dessa vez, eu consiga chegar ao ouro”. Outra expectativa é fazer bonito na Maratona de Milão (Itália), em abril.

Ainda nos 10km, Eberth Silva (UFJF/Fripai/ O2 Fit) terminou em 3º lugar (33min11s) e levou Coronel Pacheco ao pódio da disputa.

francisco lima copa brasil cross country - div cria

Com sete anos de atletismo, Francisco Lima, 18, se emociona com vaga para representar a Seleção Brasileira em El Salvador

Pura emoção

Quem também está feliz da vida pela qualificação para o desafio internacional é o juiz-forano Francisco Lima (CRIA UFJF), campeão dos 8km Sub-20 em 27min17s. Recém-chegado de um período especial de base no maior celeiro do atletismo mundial, onde esteve acompanhado do pai, treinador e coordenador do projeto, Jorge Perrout, a avaliação foi para lá de positiva. “Foi uma prova dura e com percurso difícil, mas a preparação no Quênia foi muito bem feita e eu pude alcançar o objetivo. Agora é só manter os treinos, porque eu viajo dia 14 – está muito em cima (da hora) para intensificar”, revelou.

Integrante do Mundial de Atletismo Escolar, na Turquia, em 2016, e com uma série de títulos nacionais importantes, o jovem atleta está satisfeito por poder representar a Seleção Brasileira numa disputa oficial. “Participei de competições escolares, mas pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) será minha primeira seleção. Eu me sinto emocionado! Quando olho para trás e vejo como comecei – 7 anos atrás –, percebo tudo o que passei e onde cheguei. Isso tudo me deixa muito feliz, e mostra que o trabalho está dando certo. Em El Salvador pretendo correr tranquilo e fazer uma boa prova”.

pedro oliveira copa brasil cross country - div cria

Campeão dos 6km Sub-18, Pedro Oliveira lamentou a não convocação para o Campeonato Pan-Americano

Vitória sem convocação

Já para o conterrâneo e colega de equipe Pedro Oliveira (CRIA UFJF/ Apogeu), a vitória nos 6km Sub-18 com 20min42s foi programada com cautela. “O percurso dessa prova era muito duro, pois tinha uma subida de uns 900m. Tenho facilidade para correr em morro, então, isso não foi problema. Corri com a cabeça sempre; não saí puxando prova, pois podia interferir no meu resultado. Por isso, fui administrando meus adversários no começo para saber quando devia atacar para ser o campeão. Gostei bastante”, ressaltou.

Campeão nos 2.000m com obstáculos nos Jogos Sul-Americanos da Juventude, no Chile, ano passado, e focado em melhorar os tempos e ser medalhista em competições internacionais e brasileiras ao longo deste ano, ele demonstrou certa frustração pela vitória no desafio não ter sido premiada com a vaga para El Salvador. “Não houve convocação na minha categoria. Fiquei muito chateado, porque vim treinando bastante para ganhar a Copa Brasil e ir para o Pan-Americano, para ver seu eu conseguia fazer uma boa marca e representar bem o Brasil lá. Agora é vida que segue. Estou sempre treinando forte e com a cabeça erguida, para o que der e vier”.

Mais de Minas

Ainda por Minas Gerais, o projeto CRIA UFJF terminou a Copa Brasil Cross Country com o 3º lugar por equipes nos 10km e ainda garantiu outras duas terceiras colocações: com a mercesana Amanda Oliveira (Fac. Granbery/Ed. Física / Real Mercês/ Sicoob/ NutriMais), nos 10km Adulto (40min26s), e com a juiz-forana Noemi Alves (Apogeu), nos 4km Sub-18 (16min42s). Com esses resultados, o grupo fechou o torneio com a melhor participação de sua história em competições nacionais.

cria ufjf copa brasil cross country - div

Treinadora Gabriela Fernandes com Noemi Alves e Amanda Oliveira. Atletas Adan Arroio, Matheus Batista, Neemias Alves, Ane Caroline Alvim e Juan Feliciano completaram equipe da UFJF

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *