Biker de JF começa jornada rumo às Olimpíadas de 2016, no Rio

Roberta Stopa está indo para o Chile, onde disputa a Copa Internacional MTB

Com vinte anos de ciclismo e vários títulos conquistados, a atleta juiz-forana Roberta Stopa inicia neste final de semana, dias 08 e 09, uma jornada de provas decisivas para conquistar o sonho de disputar as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Para isso, ela está a caminho da cidade de Santiago, capital do  Chile, onde participa da Copa Internacional MTB pela primeira vez.  
A biker explica a importância de abrir a temporada de competições nesse evento. “É o peso de ser classe 2 da UCI,  que são provas válidas para o ranking internacional. Como o ciclo olímpico começou este ano, ela também será válida para classificar o Brasil para os jogos olímpicos do Rio 2016.
Roberta Stopa (foto: Davi Raposo)
Apesar de ter se preparado para a Copa, os treinos de Roberta devem continuar, já que o objetivo principal da atleta para este início de ano é outro. “Finalizei meu período de base no domingo, depois de percorrer 5h de bike, 160km com 32,4 de média. O trabalho foi feito, mais ainda falta um pouco, pois meu foco está em março, revela, se referindo a três provas específicas: Taça Brasil Cross Country, em Londrina (PR); Copa Internacional, em Araxá (MG); e American Continental, em Barbacena (MG).
 
Enquanto essas provas não chegam, Stopa aproveita a oportunidade de participar da Copa Internacional MTB. “Essa ida ao Chile foi um convite do organizador e não pude recusar, depois de tanto carinho e atenção. Sempre vou com o intuito de vencer, e pretendo trazer o maior número de pontos para o nosso país ficar cada vez mais perto das vagas olímpicas“, destaca e conclui.
Roberta Stopa é atleta profissional de mountain bike. Ela é campeã brasileira nas modalidades XCO e XCM, e, entre outras competições, já participou de quatro Mundiais, nove Panamericanos e duas Copas do Mundo.
Além dela, outros grandes nomes do ciclismo brasileiro estão na disputa pelos pontos no país vizinho, como Raíza Goulão, Rubens Donizete, Henrique Avancini e Sherman Trezza.
Roberta, no último Circuito MTB de Favelas (foto: Pedaldois Cicloturismo)

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *