Campeões da 2 de Ouro traçam objetivos, entre eles, 2ª Corrida Solidária da Ascomcer

* Reportagem: Priscila Oliveira; Fotos: Hugo Keyler

2 de ouro eberth

Eberth Silva, campeão geral da 2 de Ouro

Nome mais forte do 28º Ranking de Juiz de Fora pela oitava vez em nove corridas realizadas até então, o pachequense Eberth Silva (Vidativa/ Fripai/ Pop Kids/ Fullife/ Camilo dos Santos) comemorou a estréia com vitória na 2 de Ouro fazendo os tradicionais agradecimentos e traçando planos para o futuro. “Primeiramente, gostaria de agradecer a Deus e aos meus patrocinadores, que vem acreditando muito no meu trabalho. Graças a Deus, estou evoluindo cada vez mais, focado na Corrida da Ascomcer. Acho que vai ser uma  prova com nível bem acima do Ranking – não desmerecendo ninguém, mas vão vir atletas muito fortes, de nível nacional. Estou bem focado e acreditando bastante, pois quero fazer o melhor possível”.

Sobre a disputa do último domingo, 28, o campeão acredita ter superado a si mesmo. “Foi um percurso muito bom, e rápido. Apesar de sair descendo, a gente teve que focar, segurar um pouco no início da prova e, no final, que foi mais plano, fazer um ritmo mais agradável. Subindo é muito mais difícil correr, mas, graças a Deus, fui um felizardo de fazer uma ótima corrida no percurso inteiro e ver o trabalho dando certo”, avaliou.

2 de ouro andrileia

Andriléia do Carmo, campeã geral feminino

Ranking: história de vida

Para a juizforana Andriléia do Carmo (Gemacom Tech/ Bio Forma), que alcançou sua segunda vitória no calendário local deste ano, a expectativa pela prova solidária foi estampada no cartaz carinhosamente levado ao pódio. Agregada a isso estava a satisfação de ser a primeira atleta a cruzar a linha de chegada novamente. “Essa foi uma prova rápida, do jeito que eu gosto. É uma prova que eu amo. Ganhei essa corrida uma vez, mas não me lembro em que condição. Ela tem um percurso ótimo, mas, na ida, a gente tem que dosar para, na volta, fazer um ritmo mais forte. O segredo é só esse”, destacou.

Para o futuro, os objetivos da atleta também já foram traçados. “Quero ficar entre as cinco, porque o Ranking para mim é uma história, uma escola onde aprendi aqui para correr lá fora. Hoje eu corro só em Juiz de Fora, mas tenho muito que agradecer à minha cidade, graças a Deus”.

Reconhecimento militar

Única prova local a oferecer categoria Militar, a 2 de Ouro marcou a consagração de dois “corredores-oficiais”: Denise Medeiros, de Juiz de Fora, no feminino, e Reinaldo Simplício (Real Mercês), de Rio Novo, no masculino.

2 de ouro denise e banda

Sargento Denise Medeiros, campeã Militar feminino e integrante da Banda 2 de Ouro

Sargento especialista e integrante da Banda de Música “2 de Ouro” do 2º Batalhão de Polícia Militar, organizador da corrida, a campeã acredita que fazer parte do grupamento não influenciou tanto em mais uma vitória na prova, alcançada pela segunda vez consecutiva. “Achei bem tranquila, com um trajeto muito bacana. A subidinha no final deu uma pesada, mas consegui administrar. O que ajuda mesmo são os treinos durante a semana e ao longo do ano. Estou na Policia há sete anos, faço algumas disputas aqui e outras em Belo Horizonte. Já venci três edições do Circuito do Fogo (Bombeiros) e, dentro do possível, corro algumas provas do Ranking. Até o final do ano, vou correr mais duas na capital: PMMG e Bombeiros”, revelou.

Já Reinaldo Simplício, cabo em Mercês e um dos organizadores de provas na região pelo Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas) e JCC (Jovens Construindo a Cidadania), ambos da Polícia Militar, preferiu voltar as atenções para o calendário de Juiz de Fora, onde concorre oficialmente ao título da faixa 35-39.

2 de ouro reinaldo simplicio

Cabo Reinaldo Simplício, campeão Militar masculino direto de Rio Novo

“Para mim, é uma honra subir no pódio da categoria Militar porque é a valorização de quem realmente gosta de esporte, em qualquer nível, sendo profissional ou amador. Ser valorizado na categoria Militar numa prova militar é fantástico. Me sinto muito orgulhoso de receber o primeiro lugar. No Ranking, estou tentando chegar entre os cinco primeiros, mas está meio complicado. Devo estar em 6º ou 7º, porém, é legal, pois o nível está cada vez melhor, cada vez mais acirrado”.

E as estratégias dele para alcançar o objetivo nos próximos desafios ainda foram reveladas. “Cada dia, correr vencendo meu próprio limite. Treinar muito durante a semana e, no final de semana, colocar em prática. Graças a Deus, estou tendo bons resultados este ano, me dedicando às corridas curtas – apesar de gostar de provas mais longas”, concluiu.

Sucesso, honra e calendário completo

Segundo tenente Robson Pagi, um dos responsáveis pela organização, a 2 de Ouro, mais uma vez, foi satisfatória. “Um sucesso. Estamos entre as melhores corridas e percursos de Juiz de Fora, crescendo a cada ano. Kits com várias frutas, prêmios maravilhosos – entre eles, uma TV LDC 32 polegadas, bicicletas e vários brindes, como bonés e tênis, foram alguns diferenciais da nossa prova. É uma honra fazer esse evento e os participantes podem esperar uma corrida cada vez melhor”, finalizou.

O 28º Ranking chega à sua décima etapa no próximo dia 19, com a 2ª Corrida Solidária da Ascomcer, às 8h, no campus da UFJF. Logo após, substituindo o XTerra Camp no calendário, estréia a Alphaville Run, em 09 de novembro. Duas semanas depois, acontece a III Corrida da Mercedes Benz, que antecede a grande final da temporada 2014, marcada para o dia 07 de dezembro, com a XV Corrida do Asfalto de Chácara.

Clique AQUI para conferir o calendário de eventos esportivos em Juiz de Fora e região.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *