Campeonato de Street Skate movimenta Juiz de Fora neste sábado

* Priscila Oliveira ; Foto de capa: Leandro Moska

campeonato de street skate jf p e b - foto leandro moska

Manobras realizadas nas ruas, e não somente em pistas de skate, são cada vez mais frequentes (Foto: Leandro Moska)

Fortalecer a cena do skate na cidade, apoiando a prática desse esporte radical e a cultura de rua, como o rap, grafite e break. Esses são os principais objetivos da marca espanhola de shape Dealer Official, em parceria com a Associação Juizforana de Skate e colaboradores locais, com o 1º Keep Movin’on – Campeonato de Street Skate, que acontece neste sábado, 07, de 9h às 20h, na UFJF.

Competição e shows

Os interessados devem se inscrever no local, divididos nas categorias Mirim, Iniciante, Amador, Master (acima de 30 anos) e Best Trick Universitário. Há, ainda, a possibilidade de competição pela categoria Best Trick Feminino, dependendo da demanda. A taxa para mirins e iniciantes é de R$ 15, enquanto são cobrados R$20 no cadastro das demais disputas.

Dois juízes profissionais, vindos de São Paulo, e o skatista profissional juiz-forano Caio Guilherme avaliam as apresentações, tendo como critério o “Free Sessions” – estilo livre, onde os participantes tem cerca de 15 minutos para executarem suas manobras. As melhores performances são premiadas com roupas, shapes e brindes.

Já à noite, uma festa de encerramento reúne grandes nomes nacionais e locais do rap, com destaque para DBS (o “Gordão Chefe”). Áudio Crew, Armadilha do Gueto, Mano Tabet e Doidan Infecto, DJ OG, Aice e Paloso Fenix completam as apresentações, que começam às 23h, no Rocket Pub (Rua Pedro Botti, 11, Alto dos Passos). A entrada custa R$ 15.

campeonato de street skate jf caio guilherme - foto leandro moska

Caio Guilherme se aventurando em meio à arquitetura urbana (Foto: Shim Shikuma)

Skatista das ruas

Skatista há 20 anos e um dos principais colaboradores nessa primeira edição do evento, Caio Guilherme (Dealer Official), 30, tem muita história para contar. Acostumado a fazer fotos para revistas especializadas e filmagens para vídeos de skate, o juiz-forano revela que seu maior foco sempre foi andar de skate na rua, onde é possível ter mais liberdade, usar a criatividade e fazer manobras diferenciadas em meio à arquitetura urbana. “Depois de conceder entrevistas, fazer participações em vídeos, participar de algumas competições e construir uma carreira sólida como amador no meu país, acabei indo para a Europa participar do Circuito Mundial de Skate. Estava viajando apenas por três meses, mas me apaixonei por Barcelona, na Espanha,  que é a melhor cidade do mundo para se andar de skate, e resolvi construir uma carreira internacional também. Estou lá há quatro anos, sempre vindo e voltando para o Brasil, quando é possível”.

Por essas e por outras razões, ele celebra a iniciativa do 1º Keep Movin’on – Campeonato de Street Skate em Juiz de Fora. “Em comemoração a essa etapa da minha carreira e ao lançamento da marca no Brasil, resolvemos fazer esse evento na minha terra natal. Será uma grande festa, que a cidade estava precisando muito, para ajudar a cena do skate e do rap nacional. Os preparativos já estão todos organizados, agendados e quem quiser, é só chegar”, finaliza.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *