Copa JF de Kart traz novidades na terceira edição e campeão do ano passado já pensa em novo título

Sorteio das duplas uma semana antes deve deixar disputas ainda mais acirradas. Da Novatos para a Graduados, o competidor Diego Fernandes está pronto para o novo desafio

Mais uma vez, os pilotos concorrem aos melhores tempos na Arena Kart (Foto: arquivo pessoal / Leon Paiva)

Pilotos concorrem aos melhores tempos na Arena Kart
(Foto: arquivo pessoal / Leon Paiva)

Dias 14 e 15 de junho. Essas são as datas para o novo encontro dos amantes do automobilismo de Juiz de Fora e região, com a terceira edição da Copa JF de Kart, evento que tem ganhado cada vez mais adeptos e é marcado por trazer de volta a paixão pelo esporte ao cenário local. Divididos em duplas pelas categorias Graduados B Novatos, os pilotos participam de uma etapa classificatória no sábado, às 14h30, e disputam os troféus da competição no domingo, a partir das 10h, sempre na Arena Kart (Rua das Rosas, 130, Novo Horizonte. Os interessados devem se inscrever pelo telefone (32) 8813-3680 e pagar uma taxa que inclui o kart, pneu e combustível.

Novidade nas disputas

Segundo o organizador, Leon Paiva, a edição deste ano traz uma grande novidade. “O sorteio das duplas vai acontecer uma semana antes, levando o peso dos competidores em consideração. Isso vai facilitar o entrosamento, porque eles vão ter tempo de conhecer o estilo um do outro e treinar. Com isso, poderão definir a melhor estratégia para a corrida”.

As disputas vão acontecer da seguinte forma: durante a prova classificatória, a pista deve ficar aberta por vinte minutos, para que as duplas busquem os melhores tempos e garantam sua posição na largada da corrida oficial. Cada uma delas tem direito a dar seis voltas e precisa ficar atenta para não estourar o intervalo, receber punição e largar em último lugar no grid. “Foi aí que pensei no ‘pit stop’. A cada 15 minutos, o box fica aberto durante quatro minutos para a troca de pilotos. São duas vagas. Ao todo, são três paradas que podem fazer diferença no final da corrida, porque é nesse tempo que os competidores levam para fazer a troca do kart que a prova fica embaralhada e eles estudam a melhor hora de parar”, explica Paiva.

Diego Fernandes com troféu do ano passado (Foto: arquivo pessoal / Diego Fernandes)

Diego Fernandes com troféu do ano passado
(Foto: arquivo pessoal / Diego Fernandes)

Para ganhar de novo, mas entre os Graduados

Campeão da categoria Novatos do ano passado, na dupla com o piloto Alex Lopes, de apenas 14 anos, o kartista Diego Fernandes já está confirmado na disputa. “Temos muito pouco espaço e oportunidade na região para praticar o esporte, mas o Leon nos proporciona essa alegria e diversão, com muita dedicação e profissionalismo. Gosto muito de automobilismo e foi muito bom ter participado da Copa, porque todos os pilotos respeitam as regras. Além de tudo, quem correu ou assistiu sentiu bastante emoção”.

Com tantos elogios ao evento, sobra inspiração para o competidor defender a vitória mais uma vez, mas entre os Graduados. “Minha categoria teve excelentes pilotos, que nem pareciam iniciantes. Só que agora quero me aventurar ainda mais. Vai ser um grande desafio, mas, com certeza, darei o máximo de mim, me inspirando no grande campeão Ayrton Senna”, enfatiza.

História

A exemplo da maioria dos entusiastas locais, Paiva conta que começou a se interessar pelo kartismo por influência do pai, aos dez anos de idade. Porém, o sonho de ser um grande piloto foi se perdendo com os altos custos do esporte. “É tudo muito caro, motor, chassi, fora o consumo de pneus e combustível”, revela. Em 2010, o entusiasmo pelas competições voltou, novamente por influência familiar.

Leon Paiva com o primo-piloto Bruno Carneiro (Foto: arquivo pessoal / Leon Paiva)

Leon Paiva com o primo-piloto Bruno Carneiro (Foto: arquivo pessoal / Leon Paiva)

“Um priminho meu, que é piloto nos Estados Unidos, veio participar do Campeonato Brasileiro, em Volta Redonda (RJ), e isso reacendeu minha vontade de correr de novo, só que, dessa vez, mais forte. Foi quando comecei a pensar no que poderia fazer para aliar as corridas ao baixo custo e assim surgiu a ideia de fazer o campeonato de kart indoor”.

Se a primeira edição não tinha nem nome, a empolgação dos kartistas foi tão grande logo no inicio, que o evento saiu das disputas individuais para as provas por duplas e se transforma cada vez mais numa referência do esporte na cidade. “O kart em Juiz de Fora está muito esquecido. Depois que acabou a pista do Borboleta, o único lugar que temos para praticar é a Arena Kart e nosso único campeonato é a Copa. Então, acaba que ela traz, sim, um pouco da tradição do kartismo de volta”, encerra o organizador.

A 3ª Copa JF de Kart é patrocinada por Ícone Imóveis, Mendes&Mendes Ferro e Aço, Multi&Midia, Retoquecar e RT Racing, com apoio de Antonino’s Capotaria, Arena Kart e Rumo Certo.

 

 

 

 

 

 

 

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *