De volta à rotina

Captura de tela 2016-01-28 10.21.16

Imagem: Reprodução / Ativo.com

Depois de um fim de ano agitado, cheio de comidas gostosas e sem hora para acordar ou dormir, não é fácil voltar à rotina de treinos, dieta, trabalho e compromissos. O corpo relaxou e a mente descansou para renovar as energias, é verdade, mas o ano já começou e é hora de voltar ao ritmo. Após um período de descanso, seja ele curto ou longo, os atletas voltam aos treinos e se preparam para a nova temporada. O segredo para um bom retorno é o planejamento, com o intuito de evitar lesões e obter o maior rendimento e a melhor performance. O retorno aos treinos após o período de final de ano deve ser leve e gradativo. Adaptar o organismo ao esforço da rotina que virá é fundamental – ainda mais depois de um tempo parado. 

A primeira coisa que o corredor perde quando está há um tempo parado é a condição orgânica básica, que é o desempenho do coração e do pulmão. Dessa forma, o condicionamento físico provavelmente não é mais o mesmo. Sendo assim, neste primeiro momento, o atleta precisa esquecer o ritmo antigo e apenas se focar em readquirir a rotina de treino. Reorganize o dia a dia antes de voltar à rotina e vá mais devagar. Durma mais cedo e alimente-se como estava acostumado antes da pausa. Nada de dietas milagrosas para compensar os excessos do fim do ano. O corpo pode perder nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo.

de volta aos treinos - rapaz e moça correndo - rep legrand

Imagem: Reprodução / Legrand

Nosso corpo também perde flexibilidade muito rapidamente, portanto, é muito importante dar ênfase aos alongamentos e aos exercícios de amplitude, pois as lesões podem surgir com maior facilidade. Para evitar qualquer risco, o fortalecimento do corpo para a temporada tem que ser feito com cautela. Treinos de fortalecimento na musculação são muito importantes. Faço uma ressalva da necessidade do aluno fazer uma reavaliação médica e física. Dessa forma, cada corredor terá  um treinamento específico, baseado no seu nível de condicionamento, limitações e objetivos para o ano. O segredo é trabalhar de forma individualizada e gradual, respeitando os limites do corpo e as necessidades de cada um.

Praticar exercícios físicos com exagero não é bom para o corpo, pois, além de prejudicar o desempenho e aumentar o risco de fraturas ou lesões musculares, pode influenciar no humor, causando desequilíbrio psicológico. Com moderação, volte à rotina de treinos devagar e comece o ano com saúde, disposição e bom humor. Procure um profissional especializado para melhor planejar sua rotina de treinos.

Vamos nos cuidar e bora praticar saúde!

Prof. Pedro Paulo Duarte Souza
Especialista em Treinamento Esportivo pela UFMG
CREF 008002-G/MG, Tel:  (32) 9982-9309
personal.pedro.paulo@gmail.com
Imagem de capa: Glowonconept/Fotolia / Reproduzida do Webrun

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *