Dupla juiz-forana disputa Brasil Ride

* Priscila Oliveira; Fotos: arquivo pessoal / Roberta Stopa

brasil ride ida roberta e luizão - pessoal roberta stopa

Roberta Stopa e Luiz Eduardo Costa: parceria que vem dos treinos

Roberta Stopa e Luiz Eduardo Costa*. Esses são os representantes de Juiz de Fora na sexta edição da Brasil Ride, competição que este ano reúne 500 ciclistas, divididos em duplas de 23 países e 18 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Considerada a maior ultramaratona de MTB das Américas, o evento é tradicional por desafiar os participantes entre serras, rios, vales e trilhas da Chapada Diamantina, na Bahia. A programação começa neste sábado, 17, e segue até o próximo domingo, 24, numa “corrida” de 600km com altimetria acumulada de 13 mil metros, passando pelos municípios de Mucugê, Rio de Contas e região.

Entrosamento que vem dos treinos

Para os juiz-foranos, que encaram os desafios pela categoria Mista vestindo a camisa da equipe No Limits Team, amizade e entrosamento devem ser um ponto a mais na busca por bons resultados. “Ele é meu parceiro de treinos há anos e temos uma pegada boa. Já corremos juntos, mas cada um na sua categoria. Andamos muito igual. Por ser um desafio em dupla, o segredo para dar tudo certo é respeitar um ao outro, pois nem sempre os dois vão estar 100%”, comenta a atleta profissional de MTB, treinadora e nossa colunista de Pedal e Ciclismo.

Luizão, como é carinhosamente chamado pelos amigos, estreia na Brasil Ride como a realização de um sonho. “O que me motivou a participar foi o desafio de correr uma ultramaratona. É uma experiência inédita na minha vida esportiva. Quando surgiu o convite da Roberta eu falei: “É agora!”. Me senti seguro com essa parceira super experiente”.

brasil ride ida roberta e luizão na bahia - pessoal roberta stopa

Ciclistas já estão na Bahia, aguardando o início da competição

Preparados

Após uma série de treinos para enfrentar as sete etapas que os aguardam, os conterrâneos se dizem preparados para o que der e vier. “Os treinamentos realmente são um capítulo à parte, pois tenho que conciliá-los com minha vida profissional, o que é extremamente desgastante. Treino durante a semana praticamente só à noite, que é a hora que tenho, e nos finais de semana, aí sim, saio de MTB com minha parceria para várias horas de pura alegria e diversão”, revela Costa.

Já a companheira está mais do que afiada sobre as “pegadinhas” que os participantes devem encontrar. “Terrenos, empurra bike e o principal: CALOR. A Chapada Diamantina é muito quente – ano passado, bateu 48ºC. É pura sofrência, mas a expectativa é de pódio. Em 2014, corri de Dupla Feminina (ao lado da brasiliense Julyana Machado) e terminei na 4ª colocação geral, além de ser a 2ª das Américas”.

O colega complementa os objetivos. “Em relação a resultados, o que espero é completar com dignidade essa primeira ultramaratona da minha vida. O resto é lucro”, conclui.

Clique AQUI para saber mais sobre a Brasil Ride 2015.

* Roberta Stopa é patrocinada por X-Fusion, Damatta, Cly Componentes e Brou Team. Já Luiz Eduardo Costa tem patrocínio de Esquadrias Diplomata e Laboratório CIPAD de Patologia.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *