Eberth e Amanda vencem Saúde Suprema. Confira os resultados extraoficiais

* Priscila Oliveira; Foto de capa: Hugo Keyler

1-DSC_0030

Eberth Silva completou 24 anos com vitória na prova (Foto: Hugo Keyler)

A forte chuva que caiu durante o final de semana em Juiz de Fora deu trégua na manhã deste domingo, 28, e coroou a abertura do trigésimo Ranking com a 5ª Corrida da Saúde Suprema, que também contou com trajeto especial para caminhada e provas infantis na programação. Nos 10km do percurso válido pelas rústicas oficiais da cidade, os campeões da temporada local no ano passado chegaram na frente, fizeram jus ao favoritismo e abriram com o pé direito mais uma jornada rumo a grandes desafios.

Aniversariante campeão

Tricampeão do Ranking, o atleta Eberth Silva (Vidativa/ Fripai/ Skechers), de Coronel Pacheco, comemorou seu aniversário de 24 anos com festa no topo do pódio, vencendo a disputa em 31min18s. O dia de celebração foi dividido com Andrileia do Carmo (Gemacom Tech/ Bio Forma), 48, nove vezes campeã geral feminina das corridas de rua juiz-foranas – os dois foram aplaudidos por amigos e entusiastas do esporte.

“Essa é a terceira vez que ganho a Corrida da Suprema. Primeiramente quero agradecer a Deus por conseguir fazer uma boa prova. Isso mostra que o treinamento que tenho feito este ano está sendo muito bem realizado. Agora é manter o foco para tentar disputar corridas um pouco maiores, fora de Juiz de Fora. Vou começar a intensificar os treinos no final de março, prevendo primeiro os 10Km Tribuna FM, em Santos (SP), onde fui 18º geral em 2015. É uma prova muito rápida, uma das principais do Brasil, então, minha ideia é chegar lá bem e fazer o melhor resultado possível”, destacou o pachequense.

2-DSC_0182

Ausente do percurso no ano passado, Amanda Oliveira voltou ao topo do pódio feminino (Foto: Hugo Keyler)

Bicampeã do percurso

Principal nome da 6ª Corrida Rústica de Mercês, sua cidade natal e de residência, na semana passada, Amanda Oliveira (Granbery/ Ed. Física), 18, despontou entre as mulheres e foi a primeira a cruzar a linha de chegada pela categoria, ao final de 39min12s. “Ano passado eu não participei da prova. Por isso, nem esperava vencer de novo. A corrida foi muito boa e não cansei no percurso. Cheguei muito bem, mas não estava com expectativa de ganhar. Às vezes, no começo do trajeto, a gente não está tão bem e tem outras pessoas melhores na disputa, mas meu objetivo é sempre buscar melhorar e treinar mais”.

A mercesana ainda revelou suas principais metas para a nova temporada. “Quero participar de provas fora para ver quais são as oportunidades. Vou correr em São João del-Rei e em Antônio Carlos nas próximas semanas, mas, sendo possível, também pretendo correr no Rio de Janeiro e em São Paulo”.

1-DSC_0516

JF Paralímpico/ACJF venceu entre as equipes especiais masculinas (Foto: Hugo Keyler)

Completando os pódios

Na premiação masculina completaram o pódio os atletas Jocemar Corrêa (Viva Chacarense, 2º), Aristides José Bastos (Vem Correr, 3º), Felipe Henrique Fernandes (Viva Chacarense, 4º) e Antônio Gonçalves (R21 Sports/ Via Texto/ Fripai, 5º). Já no geral feminino foram premiadas Aline Barbosa (Granbery/ Ed. Física, 2º), Débora Santos (Tri Runner, 3º), Viviany Anderson (Viva Chacaremse, 4º) e Marina Fráguas (Rosa Team, 5º).

Por equipes, Vem Correr, R21 Sports e Viva Chacarense foram as três primeiras colocadas entre as masculinas, enquanto Viva Chacarense, Gemacom Tech e Vidativa garantiram as três primeiras posições femininas. Entre os atletas PCD (Pessoas com Deficiência), vitória do JF Paralímpico/ACJF na equipe especial masculina.

Clique AQUI para conferir os resultados extraoficiais da 5ª Corrida da Saúde Suprema.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *