FITNESS: Musculação para gestantes – parte 1: Uma grande aliada

musculação para gestantes - rep no pátio

Olá, caros leitores! Graças ao avanço da ciência, estudos científicos vem mostrando que a musculação ou treinamento com pesos pode ser um grande aliado para quem deseja ter uma gestação tranquila, sem desconfortos e com controle de peso corporal.

O treino de força pode e deve ser realizado pelas gestantes, contudo, o preparador físico deve adotar certos cuidados na hora de planejá-lo e executá-lo. Além disso, deve-se levar em consideração o histórico ativo da mulher e os riscos de sua gestação. Mulheres que nunca realizaram atividade física e desejam começar a praticar neste período devem consultar seu médico para avaliar os riscos e adotar os cuidados necessários.

Mulheres fisicamente ativas e que adotam uma rotina de exercícios há alguns anos podem continuar o treinamento sem nenhum problema – o que se torna fundamental, nesse caso, é o ajuste da intensidade, volume do treino e escolha dos exercícios a serem executados em cada etapa da gestação.

Atividades de alto impacto, exercícios com cargas elevadas ou que exijam posturas em que a gestante fique de barriga para baixo devem ser evitados. As limitações das futuras mamães vão se alterando a cada semana do período, devido ao peso do bebê, à alteração postural, aumento da barriga e do seu próprio ganho de peso. Portanto, a rotina dos exercícios deve ser alterada periodicamente, sempre visando o conforto da praticante e a segurança do bebê.

Exercícios que fortalecem o CORE, musculaturas do tronco e assoalho pélvico devem ser utilizados, uma vez que serão muito exigidos, principalmente devido à mudança postural. ‘Leg press’, exercícios de flexão de tronco e com caneleiras devem ser avaliados, pois, devido ao peso do bebê, podem causar desconforto à mãe. Atividades aeróbicas, como ‘Kangoo Jumps’, ‘Jumps’ ou qualquer outro que exijam saltos não devem fazer parte do programa. ‘Run Class’, ‘Spinning’ e corrida ao ar livre só devem ser prescritos em fases distintas da gestação e com intensidade controlada.

musculação para gestantes - getty images

Na sala de musculação, quase todos os exercícios estão liberados, mas fica a dica: não invente moda ao escolher o exercício e muito menos faça exercícios que a mamãe não esteja acostumada – dê preferência para exercícios que a aluna já domine as técnicas e se sinta segura ao executá-los. Não é hora de exercícios mirabolantes. O básico é o essencial para que ela colha bons frutos na gravidez. A atividade física deve proporcionar a melhora do condicionamento, porém, esse não é o objetivo aqui – e, sim, uma gravidez tranquila.

Para as futuras mamães, fica o alerta: procure um profissional capacitado, converse com outras pessoas que já passaram por essa experiência, encontre uma academia que tenha um ambiente arejado e equipe técnica preparada para atendê-la. Não deixe de se exercitar quando engravidar, pois gravidez não é doença ou limitação para levar uma vida saudável. O exercício físico é fundamental para que você tenha um parto tranquilo e seu bebê nasça com saúde.

Na próxima semana, listaremos alguns exercícios para cada fase da gestação e como retornar à vida normal após o parto. Desejo a todas as mulheres ótimos treinos e muita hipertrofia de saúde.

Forte abraço, e até a próxima!

Prof. Esp. Fábio Mendes Gomes Caliaro
Graduado em Educação Física pela UFJF
Pós-Graduado em Musculação e Treinamento de Força pela UGF
Personal Trainer e Sócio-Proprietário da Hyperion Assessoria Esportiva
Tel: (32) 9916-3682 / CREF 010907-G/MG
* Imagens: Reprodução web / No Pátio / Getty Images

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *