FITNESS: Musculação para gestantes – parte 2: Benefícios durante o período gestacional

Olá, Caros Leitores! Dando continuidade à nossa série sobre musculação para gestantes, listaremos alguns benefícios e dicas de exercícios para cada fase da gestação. Os cuidados com o feto é fundamental na hora de prescrever o treinamento, uma vez que o excesso pode causar danos à gestação. Porém, quando prescrita de forma embasada e fundamentada em comprovações científicas, aplicada de maneira correta e com técnica apurada, a atividade física não traz risco algum ao bebê, e muito menos à gestante.

musculação para gestantes 2.2 - rep academia corpo em ação

Os benefícios com a prática regular de exercícios físicos durante o período gestacional são incontáveis. Entre eles, podemos ressaltar:

1. Redução do ganho de peso;

2. Melhora do humor;

3. Controle das taxas hormonais;

4. Redução no trabalho de parto em até 2 horas;

5. Alívio de gases, constipação e mal estar;

6. Menor risco de sofrer depressão pós-parto (NEWSHOLME et all, 2006);

7. Melhora da autoestima;

8. Diminuição da sensação de cansaço;

9. Diminuição da ansiedade;

10. Melhor qualidade do sono, entre outros.

Quanto à escolha dos exercícios, existem inúmeras possibilidades para se trabalhar com as futuras mamães. A seguir, algumas sugestões para compor a planilha da gestante:

1. Exercícios de alongamento e fortalecimento da região pélvica, CORE e membros inferiores;

2. Trabalho de força (intensidade leve a moderada) para os grandes grupos musculares (peitorais, dorsais, quadríceps, glúteos e panturrilhas), podendo-se executá-los de pé, sentada ou mesmo em decúbito – lembrando que a mesma postura não deve ser exigida por longos períodos de tempo;

musculação para gestantes 2 corrida - rep corredor trainer

3. Exercícios cardiorrespiratórios de intensidade leve (70% frequência cardíaca máxima), podendo-se trabalhar até a corrida leve, dependendo do perfil, histórico, gestação e fase do período gestacional. À medida em que a gravidez avança, deve-se optar pela caminhada.

4. Exercícios respiratórios e posturais, que proporcionam maior controle sobre as contrações musculares durante o parto.

Reforço que, acima de tudo, o “trainer” deve conversar com sua aluna e levar em consideração seu “feedback” em relação às sessões de treinos executadas. Quanto mais informações e experiências forem trocadas, mais seguro será o treino e a gestação. Mais dicas e informações podem ser obtidas no livro Exercício na Gravidez (Artal e Wiswell, 1985) ou, ainda, no link do Colégio Americano de Obstetrícia.

No próximo artigo, iremos falar sobre os cuidados pós-parto e como retomar às atividades.

Desejo a todas as mulheres ótimos treinos e muita hipertrofia de saúde. Forte abraço, e até a próxima!

Prof. Esp. Fábio Mendes Gomes Caliaro
Graduado em Educação Física pela UFJF
Pós-Graduado em Musculação e Treinamento de Força pela UGF
Personal Trainer e Sócio-Proprietário da Hyperion Assessoria Esportiva
Tel: (32) 9916-3682 / CREF 010907-G/MG
Imagens: Reprodução Web / Spatio Corpore / Corpo em Ação / Corredor Trainer

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *