Ibitipoca Off Road agita final de semana com recorde de participantes

* Informações: Ivan Elias / Misto Quente ; Foto de capa: Hugo Keyler

Com novo recorde de participantes, chegando à marca de 445 motos e 55 duplas inscritas nos carros, o 27º Ibitipoca Off Road (IOR) é a grande atração deste final de semana para o público ‘fora de estrada’. Considerado como o rally de regularidade ‘mais charmoso’ do país, sendo a maior prova de motos, o evento tem largada neste sábado, 06, a partir de 8h, na Faculdade Suprema, em Juiz de Fora. No cronograma, muitas trilhas e desafios de tirar o fôlego pelo trajeto, que passa por Lima Duarte com destino a Conceição de Ibitipoca, de onde os competidores fazem o caminho de volta no domingo, 07.

moto ior

Evento reúne pilotos e navegadores de todo o país (Foto: Hugo Keyler)

Só ‘feras’

Nas motos, o capixaba Jomar Grecco, atual líder do Campeonato Brasileiro de Regularidade, defenderá o cobiçado título do IOR na Master – umas das 14 categorias sobre duas rodas. Entre várias ‘feras’ confirmadas está Sandro Hoffmann. Líder do Brasileiro na Over-45, ele é o piloto com maior número de títulos ao longo dos 27 anos de prova, com onze conquistas. Além de Grecco e Hoffmann, o líder na categoria Sênior nacional, Marco Túlio Faria, também está inscrito.

Na disputa entre as motos, os pontos também são válidos para o Campeonato Mineiro, Copa Estrada Real e Copa Orange. A quilometragem de sábado varia de acordo com a categoria. Já no domingo, serão cerca de 175km.

Tira-teima nos carros

Nos carros, são quatro categorias envolvidas e a prova é um autêntico tira-teima entre os principais pilotos e navegadores mineiros e fluminenses. A quilometragem dos carros é de cerca de 176km no primeiro dia, em quase seis horas de prova, e 187km  no segundo, em seis horas e meia de percurso. “O visual das trilhas está lindíssimo”, garantem os diretores da prova.

Tecnicamente impecável

“O capricho na parte técnica da prova é a melhor maneira de retribuir aos pilotos e navegadores a confiança e o interesse em participar do nosso evento. As inscrições terminam como grande antecedência. Por isso, o levantamento do percurso é feito e refeito inúmeras vezes, até chegar ao ponto que queremos, e que os participantes tanto gostam”, destaca o coordenador geral do IOR, Manoel Resende.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *