Imunidade e Corrida

imunidade e corrida - rep blog sindi clube

Imagem: Reprodução / blog Sindi Clube

A corrida traz uma infinidade de benefícios para o seu dia a dia, além de fazer com que você tenha melhora no bem-estar. Assim como outros exercícios, investir nas passadas afeta o sistema imunológico positivamente, o que traz ganhos à imunidade, deixando problemas de saúde bem longe. Durante a corrida, você ativa o sistema neuroendócrino, responsável por produzir hormônios como adrenalina, cortisol e endorfina, assim como aciona neurotransmissores.

Ao correr, aumenta o trabalho muscular e do coração, além de ativar ainda mais o sistema respiratório e de todos os outros envolvidos com o exercício – isso porque, sempre que o sistema neuroendócrino é ativado, consequentemente, o imunológico também passa a agir. Daí vem a importância de se manter em movimento. Ao dar suas passadas, o corpo se vê obrigado a se proteger da inflamação provocada pelos movimentos e a defender o organismo contra possíveis lesões causadas pelo exercício. Ele, inclusive, faz com que você tenha capacidade de correr, já que as moléculas produzidas pelo sistema imunológico influenciam a musculatura periférica e cardíaca de maneira importante.

imunidade e corrida - rep blog toda prosa

Imagem: Reprodução / blog Toda Prosa

Mas, atenção: o exagero nos treinos pode ter resultado inverso e fazer com que a corrida jogue contra você. O exercício só é favorável para o trabalho do sistema imune quando você adapta seu corpo ao esforço gradativamente. Não pode haver sobrecargas, o que faz com que você fique fragilizado. Aliás, todo exercício realizado além da sua capacidade pode causar uma queda passageira da resposta imunológica, facilitando a infecção das vias aéreas superiores. É isso, ainda, que grande parte dos maratonistas sente nos dias em que se seguem os 42km, em maior ou menor intensidade. O efeito é resultado da quebra do equilíbrio entre inflamação e anti-inflamação, oxidação e antioxidação, e por uma fragilização das defesas anti-infecciosas das mucosas das vias aéreas.

É por isso que a chave para evitar problemas de saúde está no equilíbrio. Se você quiser se superar, faça isso com um bom planejamento, mantendo sempre uma boa relação entre físico e mental. Procure sempre um profissional qualificado para lhe orientar quanto ao seu ritmo e evolução nos treinos.

Vamos nos cuidar, e bora praticar saúde!

Prof. Pedro Paulo Duarte Souza
Especialista em Treinamento Esportivo pela UFMG
CREF 008002-G/MG, Tel:  (32) 9982-9309
personal.pedro.paulo@gmail.com
*Fonte: Revista Contra-Relógio / Janeiro 2015

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *