JF e região fazem bonito no XTerra Mineração, em Ouro Preto

* Priscila Oliveira; Fotos: Hugo Keyler

DSC_0202

Ernani Souza, de Lafaiete, se destacou em duas modalidades

O final de semana foi de novas aventuras para os participantes do XTerra Brazil Tour, considerado o maior festival de esportes outdoor do planeta. Dessa vez, os desafios foram pelas trilhas da Serra do Espinhaço e ladeiras de pedra-sabão da cidade histórica de Ouro Preto, onde aconteceu a etapa “Mineração”. Entre centenas de participantes, atletas de Juiz de Fora e região marcaram presença no evento, mostrando garra, determinação e força de vontade para completar cada uma das modalidades.

Duathlon e Trail Run

No Duathlon Profissional, o juiz-forano Frederico Zacharias foi vice-campeão do percurso formado por 3,51km de trail run, 35,7km de mountain bike e outros 7,8km de trail run, com o tempo de 02:39:35. Ernani Souza (Dom Pedro II/ Unimed/ Plastipel/ CHB/ Skechers), de Conselheiro Lafaiete, completou a prova em quinto lugar (02:48:06) e, sem pestanejar, poucas horas depois, ainda terminou na 4ª colocação da Trail Run 24K, com 02:21:08. O barbacenense Valmir Lana (Go On Outdoor Team/ Funcional Trainer) foi 12º geral na corrida e vice na faixa 30-34, enquanto o Clube Bom Pastor, de Juiz de Fora, teve Christofer Martins Miranda em sexto na 40-44 e Marcos Pereira em primeiro na 50-54. O grupo de corridas Game Over também representou a região na trail run.

IMG_3596

Thiago Henrique Sales e Rodrigo Dias, de JF, no início da Trail Run 24K

Conterrâneos e colegas de equipe Vidativa, Thiago Henrique Sales e Rodrigo Dias também marcaram presença, completando a prova em 5º e 9º lugares, respectivamente, entre os atletas de 25 a 29 anos. Colunista de Corrida e Caminhada do Rumo Certo, o personal trainer e especialista em treinamento esportivo Pedro Paulo Duarte (Inspire) terminou na 21ª colocação da categoria 30-34. ”Na largada encontrei amigos de JF – só os cascas grossas do ‘trail’. Todo mundo concentrado, só esperando a buzina soar. Haja pernas! De inicio, uma subida fortíssima de quase 6km interruptos. Trilhas estreitas, muitas pedras nas descidas, percurso muito técnico e até mesmo bem perigoso. Completei os 24km em um tempo acima do esperado, até porque não levei lanterna e, no final da prova, precisei e tive que esperar um companheiro me alcançar. Fui junto com ele até o final. Cheguei às 18h37, sendo que a largada foi às 15hs”, revelou.

DSC_0007

Colunista, atleta e treinador Pedro Paulo Duarte

O personal trainer complementou em tom de expectativa. ”Foi uma experiência única e, ao mesmo tempo, sofrida. Corrida de montanha é completamente diferente de corrida de asfalto e, mesmo com toda a minha preparação correndo na rua e na esteira, me faltaram pernas e força muscular. Mas tudo é aprendizado. Minha próxima experiência em corrida de montanha será no XTerra Tiradentes e, com a experiência adquirida, espero me preparar melhor e ir bem na prova. Recomendo a todos viverem essa experiência de corridas ‘trail’ – contudo, se preparem bem, pois não é fácil”.

Mountain Bike

O MTB Cup XCP, que valeu pontos para o ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), coroou outro excelente resultado da Embaixadora da modalidade no Xterra e colunista de Pedal e Ciclismo do Rumo Certo, Roberta Stopa (X-Fusion/ Damatta/ Cly Componentes/ Brou Team). Ela foi vice-campeã dos 45,6km da categoria Pro e manteve a liderança do campeonato.

erika gramiscelli e roberta stopa no mtb - thiago lemos - pedal.com.br

Erika Gramiscelli e Roberta Stopa nas bikes da elite feminina (Foto: Thiago Lemos / Pedal.com.br)

 ”Vim de uma semana pesada de treinos por conta do Brasileiro de XCO, dia 18 de julho, em Petrópolis (RJ) – e não é hora de tirar o pé dos treinos. Na sexta, fiquei muito mal de gripe, não treinei e, mesmo assim, fui para o XTerra somar pontos para me manter na liderança. Me senti fraca no início da prova e, com o decorrer, fui melhorando e apertando o ritmo, até que, no km 30, conseguir encostar na Erika (Gramiscelli). Disputamos por alguns quilômetros e ela abriu novamente, mas não desisti e fiz força até a linha de chegada. Quando vi a placa de 500m, e ela na minha frente, gastei o restinho que tinha de forças para brigar pela vitória, que escapou por 1s. Agora é continuar os treinos e as competições para chegar no Brasileiro com um ritmo de prova bom”, relatou.

Thiago Aroeira, também de Juiz de Fora, ficou em 7º; Enzo Ronzani, de Rio Pomba, em 15º; Raquel Gontijo (Tripp Aventura) foi vice no geral feminino e Thiago Drews (o Brou Bruto) venceu a Sub-40 – ambos representaram Belo Horizonte. Ainda entre os juiz-foranos Miguel Giovannini venceu a Sub-50, Lucas Monteiro (Vidativa) pegou a 5ª colocação na Sub-30 e o colega de equipe Wesley Silva foi vice na 25-29 da categoria Sport (30,6km).

Clique AQUI para conferir os resultados do XTerra Mineração.

Próximas etapas

A temporada 2015 do Xterra Brazil Tour segue para a cidade de Brasília (DF), onde acontece a etapa “Cerrado”, nos dias 11 e 12 de julho. O circuito volta a Mangaratiba, no litoral fluminense, de 08 a 09 de agosto, com a edição “Costa Verde II”, e retorna a Ilhabela (SP), nos dias 29 e 30, para o segundo desafio no município este ano. No mês de setembro, a programação se divide entre o “Camp Rota do Rol”, em Natal (RN, dia 12), e a “Estrada Real”, em Tiradentes (MG, dias 26 e 27). Em 17 de outubro, o evento comemora dez anos com uma “Etapa Premium”, tendo a ilha de Fernando de Noronha como pano de fundo. Já nos dias 14 e 15 de novembro é a vez de Juiz de Fora encerrar o calendário com chave de ouro em mais um desafio “Camp”, que traz a prova de Stand Up Paddle entre as principais novidades.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *