JF Imperadores agora também é equipe de corrida

* Priscila Oliveira ; Foto de capa: Divulgação

Sucesso no futebol americano, rugby, handebol e flag football, o JF Imperadores agora também marca presença em corridas de rua por toda a região. Projeto inédito que vem ganhando forma nesta temporada, o grupo conta com aproximadamente 70 atletas, sendo 13 nas disputas do Ranking de Juiz de Fora, em parceria com o Centro Regional de Iniciação ao Atletismo da UFJF e a equipe Chacarense.

Segundo o coordenador Humberto Freguglia, essa nova proposta passou a ser desenhada em 2017. “A vontade começou através de um contato com o professor Jefferson Vianna, para cessão do campo da Faefid para os jogos do futebol americano. Na primeira partida, em meados de agosto, ele nos apresentou todo o projeto de extensão da Universidade – entre eles, o CRIA. Nós sabíamos que grandes atletas já estiveram ou estão lá, então, começamos a montar estratégias de como seria a equipe. Fechamos essa parceria em novembro”, conta.

E destaca que a aproximação com os atletas de Chácara foi fruto de uma feliz coincidência. “A ideia da fusão com a equipe Chacarense partiu do atleta Luiz Renato Riani, que também é professor. É uma equipe tradicional, que disputa o Ranking há mais de vinte anos e tem um potencial muito grande. Além disso, muitos atletas do nosso grupo moram ou tem amigos nos bairros de Filgueiras e Grama, que são muito próximos a Chácara”.

matehus

Matheus Batista é um dos representantes do CRIA UFJF (Foto: Hugo Keyler/arquivo Rumo Certo)

Mescla

Uma das jovens revelações do projeto de atletismo da UFJF, Matheus Batista, de 19 anos, está contente com a adesão ao grupo. “Está sendo uma experiência muito diferente, porque a gente tem a oportunidade de correr junto com os atletas do CRIA, de Chácara e de outras equipes de Juiz de Fora. É bem mesclado, e promete dar muito certo”, declara.

Para o corredor, além das disputas locais, outras metas estão traçadas. “A gente sempre busca o melhor, mas depende do dia, da preparação e de como está a cabeça naquele desafio. No atletismo, meu objetivo é correr em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e melhorar minhas marcas nas provas de 5.000m e 10.000m”.

Suporte

edevaldo

Edevaldo da Silva: destaque de Chácara (Foto: Hugo Keyler/arquivo Rumo Certo)

Um dos destaques do município vizinho, Edevaldo da Silva, 37, encara essa oportunidade como preciosa. “Me sinto privilegiado, porque os atletas Imperadores são muito bons e, apesar da minha idade, ainda chego perto dos meninos. Minha meta é ficar entre os 10 melhores do Ranking novamente. Se eu conseguir ‘beliscar’ os cinco primeiros numa corrida ou outra, está bom”, brinca.

Principal nome da Chacarense durante dez anos, ele revela que se dedica principalmente ao circuito juiz-forano, onde já garantiu o vice-campeonato da temporada 2012 – mesma época em que iniciou uma orientação com Jefferson Vianna para os treinos, que, até então, eram realizados sem qualquer suporte técnico.  “Comecei a pegar conhecimento do que era corrida. Eu treinava errado – seguia planilha de revista, machuquei e fiz cirurgia no joelho. Com muito custo me recuperei, passei a fazer acompanhamento, academia etc. Apesar da dificuldade de conciliar os treinos com o trabalho, agora estou voltando aos treinamentos certinho”.

De modo geral, o que os Imperadores querem é fazer bonito, também, nas corridas de rua – principalmente do circuito oficial juiz-forano.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *