JF no Mundial de Taekwondo: “Agradeço imensamente a todos que me ajudaram”, diz atleta

* Priscila Oliveira ; Fotos: arquivo pessoal

24 a 27 de agosto. Esse é um período que finalmente pode ser comemorado pela jovem atleta juiz-forana Danielly Vitória, de 14 anos. Convocada para a Seleção Brasileira de Taekwondo pela categoria Cadete no final de junho, a lutadora precisou correr contra o tempo para arrecadar a quantia necessária e ter a chance de disputar o Campeonato Mundial, que está prestes a começar no Egito. Passada a fase de incertezas e muita dedicação, dentro e fora dos tatames, ela faz questão de destacar a grande mobilização que protagonizou para que pudesse realizar esse sonho.

danielly vitória medalha - pessoal

Danielly Vitória teve pouco mais de um mês para angariar fundos e participar da competição, esta semana, no Egito

“Gostaria de agradecer primeiramente a Deus, por ter em colocado nesse caminho e estar me dando tantas oportunidades; aos meus pais, Hiran Bonora e Ana Paula Gonçalves, que fizeram literalmente o possível e impossível para realizar esse meu grande sonho – nunca deixaram de me incentivar e acreditar em mim; ao meu mestre, Marcelo Bicalho; à minha professora, Marcelia, por ter acreditado no meu potencial; e à equipe M&M”, pontuou. E ainda acrescentou: “Agradeço imensamente a todos os amigos, que ajudaram com a cota da campanha #RumoAoEgito, vendendo e comprando rifas, depositando na conta e até mesmo compartilhando nas redes sociais. Obrigada também às empresas parceiras e patrocinadores”.

Pronta para o melhor

Tricampeã mineira e bicampeã brasileira na modalidade, Danielly vive uma experiência inédita em sua trajetória esportiva. “Ter a certeza de que irei participar do Campeonato Mundial é incrível! Só de ter conseguido todo o valor para ir e estar entre os melhores do mundo, já sou vitoriosa. Mas, é claro, quero aproveitar os últimos segundos de treino que tenho para chegar lá e dar o meu melhor”, relatou pouco antes de embarcar para a competição, no último sábado, 19.

No pensamento agora, a expectativa é de fazer bonito e representar muito bem o Brasil na disputa. “É uma mistura de tranquilidade, em saber que vou participar, e ansiedade, por se tratar do campeonato mais importante do Taekwondo depois das Olimpíadas, e ser a realização de um sonho. Quero dar o meu melhor”.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *