JF Vôlei fecha participação em sua melhor Superliga

* Texto e foto: Assessoria

O JF Vôlei entrou em quadra, na noite desta segunda-feira, para disputar a partida de número 3 das quartas-de-final da Superliga contra o Funvic Taubaté. Precisando vencer para provocar o quarto duelo, o time lutou e correu atrás do triunfo durante todo o jogo, mas viu os paulistas levarem a melhor em três sets (25×21, 25×18 e 25×14). Ricardo Júnior foi o maior pontuador da equipe, com doze tentos. O também ponteiro Lucarelli levou o troféu VivaVôlei.

Com o resultado, os juiz-foranos fecham sua participação na temporada 2016/17 da elite do voleibol brasileiro. E a sexta Superliga disputada foi inesquecível, com diversas marcas memoráveis para o projeto: melhor colocação na fase classificatória (7º), maior número de vitórias (12), mais pontos acumulados (31), artilheiro da competição até aqui (Renan Buiatti, com 497), primeira classificação aos playoffs da competição, entre outras.

jf volei

Maurício Bara, diretor e idealizador do JF Vôlei, enalteceu os parceiros, os atletas, a comissão técnica e os torcedores pelo ano histórico: “Gostaria de agradecer a todos os patrocinadores e parceiros, que nos ajudaram a colocar este time em quadra. Fica uma lembrança especial ao Sada Cruzeiro, pois a temporada não seria viável sem a parceria firmada com eles. À comissão técnica, liderada pelo Henrique Furtado e composta pelo Júlio Lanzelotti, preparador físico, pelo Rodrigo Fuentealba, analista de desempenho, e pelo Lucas Mostaro, fisioterapeuta. Fizeram um trabalho espetacular. Abraçaram a nossa equipe e acreditaram em novas ideias. Foi uma jornada árdua, de muito empenho no dia-a-dia e de busca pela excelência. Aos jogadores, posso dizer que nunca tivemos um grupo tão comprometido com as nossas ideias quanto este. Apesar de todas as dificuldades extra-quadra, demonstraram dedicação absurda e comprometimento, com a cidade, com o projeto e com a comissão técnica. Eles têm minha gratidão eterna. Se eu tivesse condições de fazer essa definição hoje, levaria esta equipe, da maneira como ela está composta, para a próxima temporada, sem sombra de dúvidas. Por fim, também queria destacar a força que a torcida nos deu. Abraçou a equipe. Pudemos sentir, ao longo do trajeto, a emoção nos olhos, nas palavras e nas atitudes das pessoas”.

Funvic Taubaté: Rapha, Wallace, Lucarelli, Lucas Lóh, Éder, Otávio e Mário Júnior (líbero). Entraram: Gelinski, Renan, Kaio e Matheus (líbero). Treinador: Cézar Douglas.

JF Vôlei: Rodrigo Ribeiro, Renan Buiatti, Felipi Rammé, Ricardo Júnior, Bruno Amorim, Diego Almeida e Fabio Paes (líbero). Entraram: Henrique Adami, Juan Moreno, Raphael Marcarini, Rômulo Batista, Franco Drago e Juan Mendez (líbero). Treinador: Henrique Furtado.

Temporada e perspectivas

Bara também fez uma rápida análise do sucesso na temporada 2016/17, de obstáculos incontáveis fora das quadras, e das projeções para o futuro próximo: “Foi uma campanha histórica para o esporte de Juiz de Fora. Não é fácil conseguir doze vitórias – é só pegar as estatísticas dos últimos anos e analisar. Lembrando que vencemos seis partidas no tie-break, que poderiam ter mudado nossa história caso terminassem de outra forma. O sucesso veio com muita luta. Viemos batalhando por isso há quase dez anos. Já estamos na rua em busca da viabilização da temporada 2017/18. Agora, precisamos aumentar significativamente o nosso aporte financeiro para jogar uma Superliga de maneira digna também fora de quadra. A partir de hoje, esta é a nossa batalha”.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *