JF Vôlei garante primeira vitória na Superliga

* Informações: Assessoria ; Fotos: Rodrigo Araújo/Copel Telecom Maringá Vôlei

20171126202336_IMG_9398

Em busca da primeira vitória. Foi assim que Maringá e JF Vôlei entraram em quadra neste domingo, 26, no Ginásio Chico Neto. Ainda sem vencer no campeonato, Maringá e Juiz de Fora se enfrentaram num dos melhores jogos da Superliga até o momento. Melhor para o time de Minas, que venceu por 2×3 (25×21, 20×25, 21×25, 33×31 e 21×23).

O jogo começou como todos já esperavam pela proximidade dos dois times na tabela: equilíbrio total. Foi difícil um dos dois times sobressair. Leozinho, que era dúvida antes da partida e desfalcou o JF Vôlei nas duas rodadas anteriores, se destacava. Pelo Maringá, o experiente levantador Ricardinho distribuía bem as bolas e dificultava o bloqueio adversário. Assim, o time da casa não deixava Juiz de Fora se distanciar. Quando empataram o set, tiraram a concentração dos visitantes e abriram vantagem (20×15). Depois disso, apenas administraram e fecharam em 25×21.

No segundo set, o oposto Emerson entrou definitivamente do jogo e ajudou o JF Vôlei a ser superior. Leozinho foi para o saque e dificultou muito a recepção adversária. O Maringá se viu seis pontos atrás no placar (12×18). Wennder também forçou o saque pelo time do Paraná e diminuiu a vantagem. Henrique Furtado pediu tempo e orientou sua equipe a explorar melhor o bloqueio. Leozinho fechou o set num lindo ataque (20×25).

O terceiro set começou equilibrado. Os donos da casa davam muito volume de jogo e eram incansáveis na defesa. Ninguém conseguia abrir ampla vantagem. No fim do set, com Emerson no saque, o Juiz de Fora fez 17×20. E foi dele o bloqueio final para colocar o time mineiro à frente no jogo. 21×25 no terceiro set e o JF Vôlei fazia 1×2.

20171126213100_IMG_9463

Com os dois sets vencidos, Juiz de Fora já garantia sua primeira pontuação na Superliga, mesmo que perdesse o jogo. Maringá precisava vencer o quarto set. Mas foram os visitantes que se jogavam melhor, e conseguiram abrir 9×14. Os paranaenses conseguiram reagir, com Ricardinho comandando a equipe. Alisson Bastos fez 16×17 e com um bloqueio em Leozinho, empatou em 18×18. O técnico Renato Lúcio tirou Bruno do banco para sacar. O líbero de Juiz de Fora, Juan Mendez, não conseguiu recepcionar e o Maringá virou para 21×20. Depois disso, equilíbrio total. As duas equipes tiveram chances de fechar o set, mas o adversário não permitia. Até que Ricardinho foi para o saque e desmontou a recepção do JF Vôlei. Seu time fechou com 33×31.

O set decisivo manteve a igualdade na parte inicial. As duas equipes se alternavam à frente do placar. Num bloqueio de Bruno, a partida mudou completamente. Parando o ataque de Leozinho, ele teria feito 13×10 e estaria muito próximo de vencer o jogo. Só que a arbitragem viu um toque na rede e voltou o ponto de Maringá. Com 12×11, o Juiz de Fora voltou para o duelo. O tie-break estava 14×14. Os visitantes conseguiram saltar três match points e viraram. Agora, eram os donos da casa que salvavam três match points. O jogo parecia que não teria fim. Até que Alê errou o ataque e o JF Vôlei teve mais uma chance para fechar. Emerson foi para o saque. Conseguiu quebrar a recepção adversária e Juiz de Fora vence o jogo fazendo 21×23.

Com 38 pontos na partida, Leozinho é escolhido o melhor da noite.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *