Juiz-forano Francisco Lima é campeão brasileiro sub-20 nos 10.000m

* Priscila Oliveira

“Quem espera sempre alcança”, já diz o ditado. E, para o juiz-forano Francisco Lima, de 18 anos, essas palavras certamente fazem todo sentido agora. Um dos destaques do projeto CRIA UFJF, o atleta acaba de conquistar o título mais importante de sua trajetória esportiva, iniciada sete anos atrás. Está oficialmente consagrado como o mais novo campeão brasileiro sub-20 dos 10.000m, em competição realizada no último final de semana, em Bragança Paulista, no interior de São Paulo.

35990198_1584845831641756_5458200694961995776_n

Segundo Francisco Lima, vitória foi alcançada nos 100m finais da disputa (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

“Dei uma sumida do Ranking e das competições, porque eu estava machucado. Fiquei quase um mês e meio sem treinar, voltei depois de duas semanas e fui para o Campeonato Brasileiro. Não estava esperando muita coisa, nem melhorar tempo ou chegar para ganhar, mas, sabia que, se eu estivesse na prova, teria chance de conseguir também”, revela.

Estudante de Educação Física, Chiquinho (como é carinhosamente chamado pelos amigos) enfatiza a força de vontade empenhada para vencer mais um desafio. “Mesmo não estando treinado, não deixei de acreditar em nenhum momento. A prova foi muito disputada. Até os últimos 100m, ainda não tinha um vencedor. Ganhei no finalzinho, apertado… Foi uma disputa muito legal”.

Rumo ao profissional

Além da marca nacional, alcançada com o tempo de 31min43s, ele também guarda a excelente atuação no Sul-Americano Cross Country, em El Salvador, este ano, e a participação no Mundial Escolar, na Turquia, em 2016, na sua galeria de momentos especiais dentro do atletismo. “Esse foi meu último ano de sub-20. Em 2019 já entro em competição adulta, e o buraco é mais embaixo – tenho que me preparar mais, treinar mais e correr mais, porque agora não vai ser mais competição de categoria de base. É nível profissional. Espero fazer um bom ano de estreia e ir subindo aos poucos, para tentar ser um dos melhores atletas do Brasil também nessa categoria, que é muito mais difícil. Mas, a gente vai trabalhar e vai conseguir chegar lá”.

36031840_1584846954974977_3992952093462757376_n

Em 2019, o atleta passa a encarar a categoria adulta: “É nível profissional. Espero fazer um bom ano de estreia” (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

De acordo com o pai e treinador Jorge Perrout, que coordena o Centro Regional de Iniciação ao Atletismo da UFJF, essa nova fase vem para coroar a busca incansável do filho pela superação dos próprios limites. “O Francisco persegue esse título há cinco anos, sem desanimar, sempre se dedicando, mesmo enfrentando lesões e dificuldades. Ele é muito determinado! Minha atuação, como pai e treinador, foi de sempre apoiá-lo na busca do seu sonho. E outros sonhos virão”, finaliza orgulhoso.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *