Juiz-foranos são destaque na Copa Brasil de Paraciclismo e CIMTB Congonhas

* Foto capa: Pódio Elite Feminina (arquivo pessoal / Roberta Stopa)

andré novaes com meninos do pódio - pessoal

André Novaes (esq.) com Soelito Gohr e Lauro Chaman (Foto: arquivo / André Novaes)

Os atletas de Juiz de Fora comemoram o final de semana de títulos nas bikes. Na segunda etapa da Copa Brasil de Paraciclismo 2014, em Penha (SC), André Novaes conquistou o bronze das provas de estrada e contra relógio pela categoria C5, a mais rápida da modalidade.

“Vinha de uma 4° colocação na 1° etapa e viajei consciente de que precisava de um bom resultado. No sábado, dia 16, depois de uma prova muito dura, garanti o bronze no sprint final, depois de 23 voltas num total de 60km, debaixo de muita chuva e frio. Já no domingo, 17, sabiá que estava bem para o contra relógio,e não deu outra: cravei o 3° melhor tempo, obtendo mais um bronze – o que, para mim, foi muito positivo, pois, com esses dois resultados, passei para a 3° posição na Copa, que, ao final de 4 etapas, definirá os campeões brasileiros. Agora é treinar para terceira etapa, em Curitiba (PR), em outubro, onde dependo de um apoio financeiro para a mesma”, revelou.

Copa Internacional de Mountain Bike

Já no município mineiro de Congonhas, os juiz-foranos garantiram uma série de bons resultados, a exemplo do ciclista Carlos Stephan e a carioca que mora na cidade, Viviane Castellões – 4º colocados na terceira etapa da Copa Internacional de MTB (CIMTB) pela categoria Dupla Mista.

viviane castellões e carlos stephan - foto rafaela oliveira

Viviane Castellões e Carlos Stephan (Foto: Roberta Oliveira)

“Nunca tinha vista tanto capacete, entre eles, muitos amigos… Apesar da quantidade de ciclistas, a largada foi menos tumultuada do que imaginei. Durante o percurso, o trânsito também não atrapalhou muito – íamos passando pelo meio, pelo canto, por onde dava. Meu parceiro estava com pernas e garganta boas, imprimiu um ritmo forte e responsável, seguindo na frente e abrindo caminho aos gritos. Paramos por 3 vezes: a primeira, mais demorada, quando o corrente da minha bike ficou presa no câmbio e tirar o pneu foi a solução; nas outras duas, a corrente saiu, mas conseguimos recolocá-la rapidamente. Imprevistos do MTB…”, lembrou Viviane, que ainda fez questão de dedicar o resultado ao incentivo de pessoas especiais.

“Na chegada, ah a chegada… lembrei da minha tia má e percebi que não é tão má assim… (rsrsr). Obrigada Roberta Stopa (No Limits Team), por todo o treinamento regado de subidas; minha amiga Nina Marques (Long Life), pela companhia, incentivo e toda assessoria esportiva nos treinos de speed; e meu agradecimento maior ao meu marido, Tullio Castellões, por todo amor, carinho, paciência, incentivo, torcida e por não medir esforços para me apoiar”.

Bem classificados

Roberta Stopa (Damatta / Dabomb / X-Fusion) terminou em 4º lugar na Elite Feminina, vencida pela itaunense Isabella Lacerda; Daniel Grossi, 9º, e Thiago Aroeira, 14º, na Elite Masculina – dominada pelo uberabense Frederico Mariano. Robinho Aloísio foi campeão da Sub-45, acompanhado pelo conterrâneo Euso Vieira, 6º colocado, e por João Erildo Silva, 12º na categoria.

aecio bigi de aquino e ricardo leite - pessoal aécio

Aécio Bigi de Aquino e Ricardo Leite (Foto: arquivo / Aécio Bigi)

Ricardo Leite faturou o vice da Sub-50, enquanto o colega Flávio Cerutti Navarro foi o 16º. ”É o campeonato mais difícil do Brasil, bem disputado. Ele mistura etapas de Cross Country (XCO) com Maratonas (XCM), onde se encontram os melhores atletas do país. Subir no pódio já é uma vitória para nós… Ser vice, para mim, foi meu melhor resultado após o vice brasileiro do ano passado”, comemorou Leite.

Bruno Hipólito completou em 5º entre os competidores de Segurança Pública. “Já competi em Congonhas outras vezes e conhecia bem o trajeto. Em 2012, tinha conquistado a 8ª colocação na Veterano. Esse resultado estava dentro do esperado, porque meu objetivo era ficar entre os dez para subir no pódio”.

bruno hipólito na cimtb congonhas - pessoal

Bruno Hipólito (Foto: arquivo pessoal)

Na Sub-55, destaque para Guilherme Werneck, 5º, e Luiz Eduardo Costa, em 10º. Aécio Bigi de Aquino foi 18º na Sub-60. Walmir Terra ficou com o 4º da PNE; Roger Renso Silva com o 14º na Sub-17; Marcelo Fontes Eurico, 28º na Sub-35; e João Paulo Almeida Assis, 21º na Cadete. Na Veterano, a cidade foi representada pelos ciclistas Bruno Henrique Neto, 15º, Roberto Rodrigues de Oliveira, 20º, Anderson Belizario de Souza, 37º, e Guilherme Guimarães Guedes, 82º. Alexandre e Renata Rezende ainda concluíram a Dupla Mista em 24º, já Jamile Lamha  completou as boas classificações da cidade em 7º na Sub-40 Feminina.

A quarta e última etapa da Copa Internacional de MTB está marcada entre os dias 10 e 12 de outubro, em São Roque (SP).

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *