Mineiros brilham na Copa Brasil e estão confirmados no Sul-Americano de Cross, em Guayaquil

*Reportagem: Priscila Oliveira

Os mineiros da Zona da Mata brilharam nos 10km adulto da Copa Brasil de Cross Country, realizada neste domingo, 27, no Parque Ecológico de Tietê, em São Paulo (SP). Abrindo o calendário de eventos da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) na nova temporada, pelo menos dois deles se destacaram entre mais de 250 atletas de 57 clubes e foram alguns dos brasileiros que carimbaram passaporte para o disputadíssimo Campeonato Sul-Americano de Cross, em Guayaquil (Equador), no mês de fevereiro. O CRIA/UFJF também venceu por equipes, com 32 pontos.

Gilberto Lopes é natural de São Miguel do Anta, enquanto Amanda Oliveira representa o município de Mercês (Fotos: Wagner Carmo/CBAt)

É hexa!

Favorito ao título principal, o grande nome do evento foi o atleta Gilberto Lopes (Pé de Vento/Caixa), de São Miguel do Anta, novamente. Nome de destaque no atletismo nacional e com 29 anos, ele completou a prova em 32min06s e segue imbatível na competição, com seis títulos.

“Foi uma prova difícil e, devido ao horário de largada, o calor dificultou muito o desempenho de todos. Estou muito feliz pelo hexa! Já conheço Guayaquil – fui vice-campeão sul-americano de cross adulto, em 2010. O clima é bem parecido com São Paulo: muito úmido e quente. O local das disputas ainda não foi divulgado, mas sempre temos algumas surpresas. Quero fazer um bom resultado lá”, comemora.

Após subir ao topo do pódio em São Paulo, atletas se preparam para representar o Brasil em solo equatoriano (Fotos: Wagner Carmo/CBAt)

Apesar do desafio, ele está focado na disputa de outra competição internacional, em breve. “Agora vou me concentrar no treinamento para a Maratona de Hamburgo, dia 28 de abril, na Alemanha. A última maratona que corri foi em Beirute, no Líbano, em novembro, onde fui 4º colocado no Campeonato Mundial de Maratona”.

Muito feliz

Já entre as mulheres, não teve para ninguém. Amanda Oliveira (Fac. Granbery/Ed.Física / Real Mercês/Sicoob/NutriMais), natural de Mercês e aos 21 anos, foi para cima das adversárias e cruzou a linha de chegada com louvor. A marca de 38min23s lhe assegurou não só o título, mas a tão sonhada vaga para representar o país no subcontinente. “O campeonato foi ótimo, muito bom! Consegui correr direitinho, no meu ritmo, e fazer uma prova tranquila, apesar dela ser um pouco pesada, por conta dos obstáculos. Acompanhei o pelotão na primeira volta, depois fui me distanciando, no mesmo ritmo. Fiz uma excelente prova e os treinos no Esporte Clube Pinheiros me ajudaram muito. Estou imensamente orgulhosa de mim mesma, muito feliz! Vou representar o Brasil pela primeira vez e espero dar o melhor de mim para integrar a Seleção Brasileira no Equador”, conta emocionada.

Vale lembrar que esse feito também marca a superação da atleta – terceira colocada no torneio em 2018. Ela bateu na trave para participar do Campeonato Pan-Americano da modalidade, em El Salvador, não desanimou e agora é pura gratidão a quem faz parte dessa trajetória. “Agradeço o apoio que tive do CRIA UFJF, para representá-lo na Copa Brasil; aos meus treinadores, Zirlene Santos e Jorge Perrout; ao Jorge Castilho e às meninas do Pinheiros, que me ajudaram muito nos treinos e na torcida. Em especial, à minha família maravilhosa, que sempre torce por mim, além dos meus amigos de corrida, de Mercês, ao Reinaldo Simplício, e a todos. Estou muito feliz”.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *