MITSUBISHI CUP: Juizforanos aceleram tudo hoje na segunda etapa, em Mafra (SC)

Mendes & Mendes Lobo Guará Rally Team no treino de Mafra
(Foto: Sanderson Pereira)
Depois de acelerarem tudo nos treinos de ontem, 25, os representantes de Juiz de Fora já disputam as provas deste sábado, 26, na segunda etapa do rally cross country de velocidade Mitsubishi Cup, em Mafra (SC). Entre os principais objetivos estão o de fazer os melhores tempos e recuperar os resultados da abertura da temporada, em Jaguariúna (SP), no mês passado.
Pela equipe Mendes & Mendes Lobo Guará Rally Team, a dupla Marcelo Mendes e Breno Rezende quer subir ao topo da categoria L200 Triton RS, a mais disputada do campeonato, deixando para trás o tão inesperado oitavo lugar. Já o navegador Matheus Mazzei pretende esquecer a décima colocação e fazer de tudo para colocar a De Wit Racing Team na dianteira da L200 Triton ER, ao lado do piloto paulista Markus de Wit. As disputas, que envolvem três provas num circuito fechado, seguem até o final da tarde.
Breno Rezende e Marcelo Mendes na Mitsubishi Cup
(Foto: arquivo pessoal / Osvaldo Luiz Amorim)
 
Foco e determinação
 
Atento a cada detalhe durante o último treino, Rezende tem a estratégia pronta para alcançar bons resultados. “Aqui a prova é com o terreno mais oscilante, temos muitas subidas, descidas e altos sem visão. Precisamos entrar mais lento nas curvas para poder sair rápido, principalmente nas que são seguidas de subidas. A pista foi feita toda sobre cana colhida e, por sermos o último carro, vamos pegar uma estrada mais limpa”, declara. Entusiasmado, ele complementa: “Não temos muita estratégia; o negócio é sentar e acelerar, sempre acelerar”.
Com o mesmo pensamento, Mendes continua na busca pelo bicampeonato na L200 Triton RS, após dois títulos na L200 Triton ER. “Tivemos problemas mecânicos na primeira etapa, espero que dessa vez esteja tudo pronto para nossa alegria. Vamos ver se teremos mais sorte para trazer o caneco…”.
Mas, para chegar ao posto de campeões dessa edição, os dois ainda precisam encarar outros desafios decisivos. “Temos uma nova regra, em que os três primeiros colocados da etapa anterior usam restritores de potência nos carros (são peças que diminuem o fluxo de ar, diminuindo a potência do motor): o primeiro usa um restritor que diminui 7%, o segundo 5% e o terceiro, 3%. É uma maneira de embolar o campeonato, porque é como se eles ficassem enforcados e corressem menos. Dificilmente, uma dupla vai ganhar duas etapas seguidas. Como a nossa categoria é muito disputada, essa diminuição de potência vai atrapalhar no resultado, mas vamos tentar vencer as três voltas e nos recuperar”, afirma Breno.
Detalhe da De Wit Racing Team  (foto: arquivo pessoal/ Markus de Wit)
Afinando a parceria, com dicas de campeão e tudo
Apresentados pessoalmente apenas na etapa de Jaguariúna (SP), Mazzei e de Wit afinam cada vez mais a parceria para o restante da temporada. “A primeira etapa foi de conhecimento. O Markus, que tem mais experiência com moto, conheceu um carro de corrida e o que é ser direcionado por um navegador. Na última das três voltas em São Paulo, ele entendeu o que é acompanhar minha cantada. Já em Santa Catarina, saímos do treino falando a mesma língua, confiantes e com uma evolução muito nítida da dupla”, reforça o navegador.
Matheus ainda faz questão de destacar a atenção do amigo e conterrâneo Marcelo Mendes ao seu companheiro de equipe durante o reconhecimento do circuito catarinense.  “Pegamos algumas dicas com esse grande campeão, isso foi fundamental. Além de uma atitude muito bonita, essa ajuda foi importante demais para nós e para o esporte, porque muitos pilotos guardam o que sabem, mas ele não é assim”.
A satisfação de Wit com o juizforano também é eternizada. “O Marcelinho, muito gentilmente, se ofereceu para dar duas voltas comigo durante o treino extra, passando técnicas novas e dicas de freada, traçado de pista e de curvas, tudo bem legal e que faz uma diferença boa no final para eu melhorar a pilotagem. Foi muito legal porque, com pequenos ajustes, a gente melhora muito, acaba ganhando tempo e anda mais controlado”, pontua, e finaliza: “A pista está maravilhosa e a fazenda é incrivelmente linda. Agora, vamos esperar o resultado”.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *