MUSCULAÇÃO: Prescrição de exercícios com pesos livres para iniciantes

Olá, Caros Leitores! Uma questão frequentemente debatida nas academias de musculação diz respeito à utilização de exercícios com pesos livres em detrimento a máquinas e aparelhos para alunos iniciantes na modalidade, levantando a dúvida de qual opção seria menos lesiva ou qual apresentaria resultados mais expressivos.

pesos livres para iniciantes x musculação - rep dicasde treino

Imagem: Reprodução / Dicas de Treino

Inicio a defesa da prescrição de pesos livres afirmando que não há comprovações de que tal prática seja nociva para o público em questão e, muito menos, que eles seriam contraindicados – uma vez que, em sua maioria, os exercícios remetem a gestos motores comuns em nosso cotidiano, como levantar, agachar, puxar e empurrar.

Exercícios livres apresentam maior grau de recrutamento muscular quando comparados com exercícios em máquinas, além de maior ativação de músculos sinergistas (auxiliares do movimento) e músculos estabilizadores (estabilizam as articulações), promovendo maior e melhor coordenação entre os músculos, estabilidade de movimento, propriocepção corporal e capacidade de geração de força.

Um dos principais benefícios do treinamento com peso livre é a possibilidade de trabalho em todos os ângulos de movimento e com maior liberdade do gesto motor, o que proporciona uma melhor e mais rápida adaptação ao treinamento. O uso regular de tais exercícios condicionam mais prontamente os tendões e articulações às exigências físicas e motoras mais complexas, como arremessar, lançar, saltar e correr – habilidades que possibilitam melhor adaptação a modalidades esportivas.

pesos livres para iniciantes - getty images photodisck rep ig

Imagem: Getty Images / Photodisc – Reproduzida do ig.com

A questão mais relevante no que diz respeito a índice de lesão em treinamentos livres é a relação entre volume, intensidade, técnica do exercício e controle de carga. O desequilíbrio entre essas três variáveis é que predispõe o aluno a diversos tipos de lesões, e não a opção entre máquinas e pesos soltos. Aliás, este é o grande segredo do sucesso ou do fracasso em qualquer âmbito do treinamento físico.

Não descarto aqui a utilização de aparelhos e máquinas na composição de um programa de treino. Pelo contrário, existem diversos aparelhos que possibilitam ótimos trabalhos. Devemos, sim, saber discernir uma máquina de qualidade de uma que não oferece ergonomia adequada ao aluno.

Portanto, deixo a dica: a prescrição de pesos livres para iniciantes é tão benéfica quanto a utilização de aparelhos para alunos avançados. O que importa é saber a hora certa e o modo de utilizá-los.

Forte abraço, bons treinos e até a próxima!

Prof. Esp. Fábio Mendes Gomes Caliaro
Graduado em Educação Física pela UFJF
Pós-Graduado em Musculação e Treinamento de Força pela UGF
Personal Trainer e Sócio-Proprietário da Hyperion Assessoria Esportiva
Tel: (32) 9916-3682 / CREF 010907-G/MG
* Referências: GENTIL, Paulo, 2014 – Bases Científicas do Treinamento de Hipertrofia

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *