Não importa o que te fez parar, com paciência você pode voltar a correr

voltar a correr - rep night runners sp

Inúmeros motivos podem ter te afastado da corrida neste primeiro semestre – preguiça, lesão e agenda lotada provavelmente encabeçam a lista. Mas não é preciso cair em lamentações. Se você decidiu que já passou da hora de voltar a ser um corredor dedicado, comprometido com a rotina de treinos, saiba que nada está perdido.

Mas, para voltar a correr sem problemas, a palavra-chave a seguir como um mantra deve ser “paciência”. Um estudo de 2000, publicado no Journal of Medicine & Science in Sport & Exercise demonstra que, após 11 semanas afastados dos treinos, atletas de endurance perderam cerca de 25% do seu VO2 Max (quantidade de oxigênio consumida por minuto). Isso indica que o tempo de destreino, não importa o motivo, reduziu drasticamente a capacidade do corpo transportar e metabolizar oxigênio durante o exercício. Traduzindo: logo no recomeço, você estará mais ofegante e, nem de longe, conseguirá se aproximar dos resultados de antes. Porém, isso não é motivo para se preocupar.

O foco deve ser levar novamente seu organismo a se acostumar com o esporte. Desempenho, provas longas, tiros em alta velocidade? Deixe isso para depois… Agora é hora de voltar a correr com saúde e constância.

O que você pode x o que você quer 

É preciso muito mais tempo para erguer uma construção do que para derrubá-la. Criar (ou recriar) uma base na corrida segue a mesma ideia. Não exagere nos treinos e nada de querer provar que você é capaz de correr mais rápido ou mais longe. Voltar é mais difícil que começar. Isso porque sua cabeça sabe o quanto você corria, mas o corpo ainda não aguenta aquele ritmo. É uma briga constante entre o que você pode e o que você quer.

A combinação de outras modalidades pode contribuir para um retorno melhor. Os aeróbicos, como natação e ciclismo, por exemplo, vão contribuir para que sua capacidade cardiorrespiratória aumente sem oferecer grande impacto aos músculos, ossos e tendões, que estão desacostumados com o exercício. Já a musculação, contribuirá para que você ganhe resistência e força para suportar o ‘estresse’ muscular que a volta ao treino de corrida irá gerar.

Womans new trainers in gym

Este é um bom momento para você trabalhar melhor seu lado psicológico e se acostumar a ouvir o corpo durante a corrida. Afinal, aprender a controlar o ímpeto é um diferencial importante para obter bons resultados nas provas, sobretudo nas mais longas, que exigem paciência e controle sobre o ritmo a todo momento.

Respeitar o descanso

Um dos pontos mais importantes no retorno aos treinos é respeitar o descanso. Pelo tempo afastado, a recuperação não é a mesma de antes – e querer correr mais do que você suporta poderá levá-lo a lesões. E não é só isso. Quando o descanso não é apropriado, o corpo tem menor capacidade de armazenar glicogênio (energia que você usa na corrida) e causa ainda alterações hormonais, elevando o cortisol (hormônio do estresse relacionado a uma pior recuperação) e diminuindo o GH (hormônio do crescimento que, entre outras coisas, serve com “reparador” do organismo).

Nos treinos, fuja das subidas e descidas muito íngremes, pois, além de exigir maior controle sobre o ritmo, elas impactam de forma diferente a musculatura, o que pode prejudicar a recuperação. Além disso, evite também treinos em intensidades muito elevadas, sobretudo se você está voltando de uma lesão, para preservar suas articulações. Você precisa tomar cuidado com a intensidade do treino em relação ao impacto gerado nas articulações. No recomeço, não exagere e siga à risca as recomendações de seu treinador. Nesse período, os treinos com intensidade leve ou moderada são os mais indicados.

Estabeleça uma meta. Nada muito exagerado. Apenas tenha um objetivo alcançável para se manter dedicado aos treinos. Quem sabe voltar a correr uma prova de rua ou, então, alcançar novamente o seu tempo em determinada distância… Só o que não vale é parar de correr.

Bora praticar saúde!

Prof. Pedro Paulo Duarte Souza
Especialista em Treinamento Esportivo pela UFMG
CREF 008002-G/MG, Tel:  (32) 9982-9309
personal.pedro.paulo@gmail.com
* Imagens: reprodução web / Night Runners SP / Jornal Corrida

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *