NUTRIÇÃO: Por que o café da manhã é tão importante?

café da manhã saudável - web

Você omite o café da manhã ou consome apenas um cafezinho puro ao acordar? Saiba que esse comportamento não é saudável, pois está associado com maior risco de sobrepeso e obesidade, bem como déficit no aprendizado, mal humor matutino e piora no desempenho físico, no caso de quem pratica exercícios.

O café da manhã é uma das três principais refeições do dia, definida como a primeira refeição consumida pela manhã. Um sinônimo para a expressão “café da manhã” é a palavra desjejum, que significa o rompimento do jejum mantido enquanto dormimos.

Confira os benefícios do café da manhã:

- Melhora a capacidade de memória e resolução de problemas;

- Melhora o resultado cognitivo e rendimento escolar de crianças;

- Estimula o funcionamento do intestino e, portanto, previne constipação (“intestino preso”);

- Auxilia no processo de emagrecimento, pois estimula o metabolismo e a queima de gorduras;

- Regula a produção de serotonina, hormônio do “bem-estar”;

- Repõe a energia consumida durante o sono, fornecendo “combustível” para as atividades do dia, inclusive, para o exercício físico realizado no período da manhã.

623-01297949

A falta de tempo ou de apetite não devem ser desculpas para omitir uma das refeições mais importantes do dia. Acorde 10 minutos mais cedo e, para quem não consome absolutamente nada, a dica é iniciar com metade de uma fruta ou um pote pequeno de iogurte. E, atenção: fazer um bom café da manhã não significa comer muito, mas sim consumir os ingredientes indispensáveis para o funcionamento adequado do organismo. Por essa razão, para que o café da manhã seja perfeito e completo nutricionalmente, você deve incluir um alimento de cada grupo:

Grupo dos carboidratos: pães, biscoitos e torradas (preferir integrais), cereais matinais (preferir sem açúcar e integrais), aveia, granola, quinua, bolo simples, mandioca, batata doce ou inhame cozidos (isso mesmo – raízes e tubérculos são ótimas opções para pré-treino).

Grupo das vitaminas, minerais e fibras: fruta, salada de frutas ou suco de fruta natural.

Grupo das proteínas: leite, queijo e iogurtes (preferir com menor teor de gordura) ou ovo (cozido ou mexido).

DICAS:

- Escolha, diariamente, alimentos diferentes em cada grupo;

- Cafezinho preto e achocolatado em pó podem ser acrescentados, porém, use com cautela se tiverem açúcar no preparo ou composição;

- Presunto e peito de peru são opções de proteínas, mas que devem ser consumidas esporadicamente devido ao alto teor de sódio;

- Se você pratica exercício físico logo que acorda, evite as proteínas no pré-treino, mas não se esqueça de consumir esse grupo no pós-treino.

Comece bem o seu dia. Faça uma refeição saborosa e nutritiva!

Nutr. Fabiana de Faria Ghetti
Especialista em Nutrição Clínica pela USC-RJ
CRN9: 1912 / bia.ghetti@hotmail.com
*Imagens: reprodução web
3 Comments
  1. Novembro 7, 2014 | Responder
    • Fabiana Ghetti
      Novembro 9, 2014 | Responder
  2. Novembro 14, 2014 | Responder

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *