Representantes de Juiz de Fora tiveram domingo de pódio nas corridas da região

Primeiro lugar por equipes em Ponte Nova e por faixa em Penedo foram muito comemorados pelos atletas

Atletas que correram em Ponte Nova (foto: Rubens Gabriel)

Atletas que correram em Ponte Nova (foto: Rubens Gabriel)

Os atletas de Juiz de Fora e região tiveram um domingo, 09, mais que agitado e comemorado em algumas corridas tradicionais. Em Ponte Nova, na Zona da Mata, nossos “corredores-viajantes” cumpriram bem a meta e conquistaram o primeiro lugar por equipes na XX Corrida de São Sebastião. Já na cidade fluminense de Penedo, o destaque da primeira etapa do Campeonato Carioca de Corridas de Montanha foi um juizforano de coração, campeão na faixa de 30 a 34 anos.

Dever cumprido em Minas

Representante da eterna “Manchester Mineira”, a corredora Marina Ayupe, de São João Nepomuceno, fez questão de destacar o alto nível da prova de Ponte Nova, formada por 6km de percurso pelas principais ruas do município. “O nível estava muito alto, tinha muita gente fera. Para vocês terem uma idéia, a Viviany Anderson ficou em sexto. Mas a sensação pelo primeiro lugar por equipes é de dever cumprido. Foi um momento muito especial para mim, me emocionei muito”. Ela pratica o esporte há apenas um ano e ainda venceu a faixa de 30 a 34.

Quem também se destacou na divisão por idades e comemorou muito o título coletivo foi a atleta Natália Rodrigues, que ficou em segundo na categoria de 25 a 29 anos. “Ficamos muito felizes. Conseguir trazer esse troféu por equipe foi, sem dúvidas, uma conquista muito importante. Representamos Juiz de Fora muito bem, isso sim é missão cumprida. Em 2015, se Deus quiser, estaremos lá mais uma vez, não só buscando um melhor resultado pessoal, mas repetindo o feito por equipe”. As atletas Célia Claveland, Fátima Archetti e Ivani Gomes dos Santos completaram o pódio feminino.

Troféus conquistados pelas equipes (foto: Rubens Gabriel)

Troféus conquistados pelas equipes (foto: Rubens Gabriel)

Entre os homens, a equipe formada por Eberth Silva, Darlan Carnevali, Marcos Vinícius Coelho Ferreira e Jocemar Corrêa também encontrou na dificuldade um dos pontos altos da Corrida de São Sebastião. “Foi um percurso rápido, mas bastante pesado, não só pelos diferentes lugares ao decorrer da prova (subidas, descidas e até mesmo paralelepípedos), como pelo alto nível, com atletas renomados no atletismo mineiro e nacional. A vitória por equipe traz muita felicidade para todos nós, porque vimos que trabalhamos muito bem juntos e conseguimos representar nossa região da melhor forma possível”, afirmou Eberth Silva, de Coronel Pacheco, que ficou com o terceiro lugar geral.

Já o atleta Marcos Vinícius Coelho Ferreira, de Matias Barbosa, quarto colocado na corrida mais tradicional de Ponte Nova, completou as observações. “É uma prova em que vão atletas de nível muito alto, de Belo Horizonte e outras cidades de Minas, e que tem resultados expressivos em provas no país inteiro. O percurso é relativamente complicado, o trânsito acaba atrapalhando a prova um pouco também, e isso me prejudicou um pouco. Mesmo assim, achei o resultado por equipe excelente. Conseguimos vencer, mostrando que podemos representar bem nossa região”.

Os amigos-atletas Luiz e Leonardo (Foto: arquivo Luiz Bastos)

Os amigos-atletas Luiz e Leonardo (Foto: arquivo Luiz Bastos)

Superando expectativas no Rio

Outro corredor que só teve alegrias ontem foi o carioca Luiz Bastos, que mora em Juiz de Fora há doze anos e venceu a faixa 30-34 na categoria Geral Longo Masculino na primeira etapa do Campeonato Carioca de Corridas de Montanha, em Penedo (RJ). Ao todo, foram 12,7km de percurso, a maioria por trilhas. “Graças a Deus deu tudo certo. Mentalizei uma estratégia e coloquei em prática. Fiquei muito satisfeito com meu desempenho porque consegui manter um ritmo confortável, fiz tudo o que tinha planejado e o resultado foi melhor do que eu esperava”, comemorou o atleta.

Estreante na competição, ele se prepara para os próximos desafios. “Sempre quis participar desse circuito e preciso agradecer ao meu amigo Leonardo Dornellas, que sempre está comigo. Se não fosse ele, talvez nem teria ido a Penedo. Agora vou treinar para o dia 09 de março, porque, como a disputa é por pontos corridos, todos tem chance de ganhar até a última etapa. Pretendo evoluir durante todo o ano, minha meta é ficar entre os dez no geral e em quinto lugar na categoria ao final do circuito”, concluiu.

Além da cidade de Maricá, os municípios de Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Maromba, Sana e Paraty vão receber as próximas etapas da temporada 2014.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *