#RumoÀTocha: Flávio Villela, Hionara Botti e Luís Maurício

* Priscila Oliveira; Foto de capa: Rio 2016/André Mourão

São João del-Rei, Tiradentes e Barbacena. Essas são as cidades da região que recebem a Tocha Olímpica neste domingo, 15, até chegar a Juiz de Fora, no final da tarde. Com trajeto de 10,8km entre o Parque da Lajinha, às 17h24, e o Terreirão do Samba, às 19h49, sessenta e quatro representantes locais participam do Revezamento – cada um conduzindo o ‘Fogo Olímpico’ por 200m. Entre eles, destacamos personagens ligados a três modalidades nesta coluna especial: voleibol, corrida de rua e atletismo.

flávio e andré nascmento - pessoal

Atleta André Nascimento e treinador de voleibol Flávio Villela (Foto: arquivo pessoal)

Momento ímpar

Formado em Educação Físcia pela UFJF, treinador de vôlei desde 1982 e tendo no currículo o treinamento de grandes atletas das quadras, como Giovane Gávio e André Nascimento, Flávio Villela, 54, inicia o revezamento às 19h31, na altura do número 3357, na Avenida Brasil, próximo ao Sesi. Atual chefe do Departamento de Iniciação, Formação e Rendimento Esportivo da Secretaria de Esporte e Lazer, ele comenta a felicidade por fazer parte desse momento histórico. “Minha preparação é mais psicológica, porque ter sido um dos escolhidos é uma emoção muito grande – pelo meu currículo, pela minha história e por tantos títulos que já dei para Juiz de Fora, Minas Gerais e para o nosso país. Vai ser um momento ímpar na minha vida e espero não chorar muito”, revela.

Motivos para se emocionar e alegrar são o que não faltam para ele. “Ganhei quase todos os títulos que disputei; sou técnico internacional nível 4 pela FIVB (Federação Internacional de Voleibol) e CBV (Confederação Brasileira de Voleibol); tenho vários títulos nacionais pelas seleções mineiras, como técnico e/ou assistente, além de ter sido auxiliar técnico em diversas seleções brasileiras e chefe da comissão de scout (desempenho dos atletas durante os jogos) do mundial de 1990″.

hionara 2

Hionara Botti: superação nas corridas de rua (Foto: Hugo Keyler)

Capaz de tudo

Para a paratleta Hionara Botti (Clube Bom Pastor), 45, ligada às corridas de rua há três anos e meio, e destaque da categoria PCD (Pessoas com Deficiência – visual) nas rústicas locais, o momento é de agradecimento. “Quando começou a seleção dos condutores, um amigo me falou para mandar minha história. A princípio, achei que nunca seria selecionada. Relutei um pouco, mas acabei enviando. Para minha surpresa, a Nissan me selecionou. Fiquei muito feliz”.

Com um currículo esportivo que engloba não apenas provas juiz-foranas, mas grandes circuitos nacionais, ela anseia pelas 19h33 de amanhã – horário previsto para iniciar o percurso, também na Avenida Brasil, na altura do número 7837, próximo ao 4º Batalhão de Bombeiros. “Passei a vida vendo as crianças brincarem e depois, na esteira, continuei vendo as pessoas correrem. Sempre tive vontade. Até que apareceu uma pessoa que transformou meu sonho em realidade. Me levou para a rua, acreditou mais em mim do que eu mesma e me deu muito mais que a mão: me fez acreditar que eu era capaz. Renato Tostes; esse é o ‘culpado’. Agora sou maratonista e essa é a emoção que sinto por ter sido escolhida”, revela.

luis mauricio

Luis Mauricio é destaque no lançamento de dardo e disco (Foto: Hugo Keyler)

Reconhecimento

Campeão brasileiro interclubes e vice-campeão nos Jogos Escolares, ambos no lançamento de dardo, e vice-campeão brasileiro interclubes no lançamento de disco – todos títulos conquistados no ano passado, Luís Maurício (CRIA UFJF), de 16 anos, considera a oportunidade de carregar a ‘Chama Olímpica’ um reconhecimento. “Com 10 anos, fui chamado por amigos para participar dos projetos da UFJF (futebol, handebol, basquete etc.), mas preferi o atletismo. Fui crescendo no esporte e ganhei várias competições. Agora é uma emoção muito grande fazer parte desse grande evento esportivo e a expectativa de ‘vencer’ esse momento também é enorme”. Segundo programação do Comitê Olímpico, o revezamento para ele começa às 19h34, na altura do número 7643, próximo ao Terreirão do Samba, ainda na Avenida Brasil.

Clique AQUI para conferir a programação completa do Revezamento em Juiz de Fora.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *