Testando novo elenco, Handebol Tupi vence torneio de juniores em Mar de Espanha

* Priscila Oliveira

handebol tupi em mar de espanha - divulgação

Finalistas juiz-foranos: Handebol Tupi (preto e laranja) e Buducnost (Foto: Divulgação / Handebol Tupi)

Disputas nas cidades de Cataguases, Baependi e Mariana, além de competições no Campeonato Mineiro, Liga Carioca e Interestadual em São Paulo. Esses são alguns compromissos previstos pelo Handebol Tupi para a nova temporada. Mas, enquanto as competições oficiais não chegam, o técnico Luiz Alonso comemora saldos positivos já neste início de ano – primeiro, pelo sucesso na seletiva em busca de novos atletas, realizada na segunda quinzena de janeiro; e segundo, pela vitória das equipes masculina e feminina juniores na I Copa Handebol de Mar de Espanha, ocorrida apenas uma semana depois.

“No feminino, que foram partidas amistosas, porque algumas equipes desistiram quando souberam que íamos participar, fizemos dois jogos contra Mar de Espanha, valendo troféu. Já no masculino, enfrentamos Mar de Espanha, Senador Cortes e outro time de Juiz de Fora, o Buducnost, do bairro São Pedro. Fomos para a final masculina com eles, empatamos em 19×19 no tempo normal e ganhamos de 2×1 (sem precisarmos fazer a última cobrança) na disputa de 7 metros, que seriam os pênaltis do handebol”, conta o treinador.

Atletas em quadra

As jogadoras Rafaela Almeida, Anandrielly Martins, Gabriela Melo, Raíssa Benevenuto, Vanessa Basílio, Amanda Ribeiro, Jasmim Carla, Polyane Tharcyla e Nicole Valle defenderam a equipe feminina, enquanto os atletas Robson Priori, Rafael Priori, Gabriel Herédia, Ramon Bolpato, Kawillian Santos, Iago Neves, Maykener Almeida, Emanuel Rocha, Gabriel Felipe, Luís Fernando, Ícaro Juliano, Ismael José, Maycon Kennedy, Hyago Teixeira e Jean Nascimento foram responsáveis pela masculina.

Testando novas peças

Segundo Alonso, o torneio mar-de-espanhense foi uma excelente oportunidade. “Fomos para lá com o intuito de testar novas peças, ver como se comportariam jogando com atletas antigos e defendendo as cores do Tupi. Fomos até menosprezados por atletas de outra equipe, mas, com muito trabalho em grupo e humildade, conseguimos sair campeões. Esse teste foi muito válido; serviu para comprovar que estamos no caminho certo e também fizemos as escolhas certas para este ano”.

handebol tupi em mar de espanha masculina e feminina juntas - divulgação

Atletas juniores masculinos e femininos do Handebol Tupi (Foto: Divulgação / Handebol Tupi)

De 130 candidatos às vagas nos times juvenil e junior, todos com idades entre 16 e 21 anos,  13 foram aprovados, o que representa um número considerado bom. “Avaliamos, principalmente, estatura, desempenho tático e criatividade. Todas essas características são importantes, mas tem aqueles que acabam se destacando tecnicamente”, revela.

Sem carnaval, em prol do entrosamento

Ainda de acordo com Luiz Alonso, os planos para 2015 já estão todos traçados. “Continuar treinando, já que nossa equipe tem competições todos os meses do ano. Não teremos carnaval, pois estaremos em treinamento. Os atletas abraçaram o projeto e concordaram em abrir mão da festa de momo em prol de um entrosamento maior. Estamos fechando com outras duas jogadoras de altíssimo nível, temos equipes competitivas e trabalharemos muito para alcançar o maior número de triunfos possível”.

* O Handebol Tupi é patrocinado por Espeto e Cia., Struttura Eventos, Bioleve, Unopar, DaleHand e Renavi Sports, e é apoiado pelo Rumo Certo.

 

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *