Atleta de Barbacena ganha corrida pelo aniversário de 70 anos

* Priscila Oliveira ; Foto de capa: José Roberto

Completar 70 anos é um privilégio, ainda mais quando a saúde e o bem-estar fazem parte de uma trajetória vivida com muita garra e perseverança. Inspirada nisso, a corredora Jack Melo não pensou duas vezes ao comemorar uma data tão especial para a mãe e também apaixonada pelas corridas, Sônia Lopes: reuniu os amigos, criou um ambiente todo especial e colocou a turma para percorrer 5km de forma muito festiva, no último sábado, 15. A atividade aconteceu em Barbacena, na Zona da Mata mineira.

sonia lopes corrida 70 - arq josé roberto

Rodeada por amigos em todo o percurso, Sônia Lopes correu com o número 70, como não poderia deixar de ser (Foto: José Roberto)

“Essa é uma data muito marcante. Quis fazer a corrida por isso e para reunir os amigos dela, por ser uma pessoa muito querida. Muita gente a idolatra pela idade, vitalidade e força de vontade que ela tem em treinar com a gente. Somos muito cúmplices uma da outra, estamos sempre juntas, até na academia e nos treinos. Essa foi uma homenagem especial”, relatou Jack. Idealizadora do projeto, batizado de “De repente 70”, ela se alegra por ter conseguido organizar um verdadeiro evento, com direito à camisa, número de peito, medalha, painel com fotos da matriarca e até pórtico de largada e chegada.

Cheia de disposição

Ao todo, cerca de 120 pessoas participaram da festa, para alegria e surpresa da aniversariante. “Amo correr, e minha filha preparou tudo com muito carinho. Para falar a verdade, nem sei o que dizer, de tanta emoção que senti. Nunca pensei que eu tinha tantos amigos nesse mundo das corridas. Foi maravilhoso e a melhor forma de comemorar meus 70 anos, porque estou mantendo minha saúde e, com isso, sou feliz”, comemorou Sônia.

jack e sonia - arq jack melo

Jack Melo foi a grande responsável por cada detalhe do evento e pela satisfação total da matriarca (Foto: arquivo pessoal)

No mundo da atividade física há seis anos, quando teve uma crise de pressão alta e foi orientada a se exercitar, ela se orgulha por ter passado da caminhada para as corridas por incentivo da filha. “Fui assistir a uma corrida da Jack em Belo Horizonte, gostei, achei que eu também poderia fazer aquilo e comecei a correr. Já participei de mais de 200 corridas, sendo seis meias maratonas, cinco Voltas da Pampulha e uma São Silvestre, à qual pretendo voltar este ano. Vou ‘devagarzinho’, pois não posso fazer tanto esforço com essa idade. Mas, estou me mantendo nas corridas para ter saúde e continuar até onde eu aguentar”.

Emoção sem fim

Passada toda a correria para realização dessa festa esportiva, a organizadora é pura satisfação. “Ainda procurei modelos de bolo, encomendei banner e até a velinha foi personalizada. Deu muito trabalho, mas valeu a pena. Foram vários dias sem dormir, correndo atrás de tudo, mas, graças a Deus, no final deu tudo certo. Nem esperávamos de ir tanta gente, mas foi muito bom. Fiquei muito feliz por ter contribuído para a felicidade dela. A expressão que ela fez ao chegar à corrida não teve explicação. Foi muito especial”, ressaltou Jack.

Para Sônia, o momento é de gratidão. “Só tenho a agradecer por tantos gestos de amizade e carinho. Até os corredores de elite da cidade foram correr comigo, e não me deixaram para trás momento algum. Chegamos todos juntos, cantando ‘parabéns’. Foi maravilhoso! Muito bonito mesmo. Agradeço todos eles. Pensei que, por ser um feriado, não ia aparecer quase ninguém, mas, quando cheguei, vi tanta gente, que me senti muito emocionada”.

CLIQUE AQUI para conferir algumas fotos do ‘De Repente 70, com Sônia Lopes’.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *