Embaixadora do XTerra MTB Cup, Roberta Stopa vence em Paraty

* Priscila Oliveira ; Foto de capa: Donizetti Castilho (Divulgação / 24 Horas – Brasil Ride)

xterra paraty mtb roberta com medalha - pessoal

Roberta Stopa e sua medalha de campeã em Paraty (Foto: arquivo pessoal)

Após fazer um breve levantamento sobre sua performance pessoal no início desta temporada, nossa colunista de Pedal e Ciclismo, Roberta Stopa (X-Fusion / Damatta / Cly Componentes / Brou Team), cumpriu as expectativas e venceu o Profissional Feminino do MTB Cup de Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. Nomeada Embaixadora da modalidade no circuito brasileiro, a atleta juiz-forana, que também está em busca de vaga para representar o país nos jogos olímpicos Rio 2016,  terminou os 38,7km de percurso com 01:58:04.

“Prova difícil. Com uma gripe no início da semana, fiquei quinta, sexta e sábado sem treinar. No dia da competição, ainda estava bem mal e resolvi fazer a prova com cautela, para terminar. Mas, como o físico estava bem, deixei fluir. Em alguns momentos, senti muitas dores de cabeça e falta de ar, mas o foco estava apenas na linha de chegada. Graças a Deus, deu tudo certo e voltei com a vitória para casa”, destaca.

Com sentimento de “dever cumprido”, principalmente por ser Embaixadora do XTerra MTB Cup, o desejo da atleta é continuar honrando a parceria com o evento e o título conquistado em 2014 na categoria, além de seguir firme para as próximas disputas. “Minha bike Cly Componentes (suspensão X-Fusion e rodas Dabomb) respondeu muito bem ao percurso, que contava com um pouco de tudo e foi muito desafiador, com subidas longas e íngremes, asfaltos, trilhas, pontes e um visual de tirar o fôlego. Quero agradecer ao meu treinador, Arthur Bossi, pela paciência nesses dias ‘off’ de treino, e dizer que estamos no rumo certo. Também agradeço a todos os meus patrocinadores e apoiadores”.

Clique AQUI para conferir todos os resultados do XTerra Paraty.

Que venha a próxima disputa

Stopa antecipa que “o próximo desafio será no asfalto” – mais precisamente na Copa Rio de Janeiro de Ciclismo, em Angra dos Reis, neste domingo, 19. Ela foi vice-campeã na primeira etapa, em Petrópolis, há cerca de um mês. “Estou usando as provas de ciclismo para ganhar ritmo de competição e performance, além de poder participar de um evento que valoriza as mulheres, é feito por mulheres. Gostaria de vencer, mas sei do potencial das meninas de estrada e correr sozinha, sem uma equipe, fica um pouco difícil. Mas estarei lá para tentar”, finaliza.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *